Justiça indiana condenou a três meses de prisão médico que recebeu suborno de cerca de R$ 1. (Foto: Shannon Stapleton/Reuters)

O médico Balgovind Prasad, de 75 anos, foi condenado pela Justiça indiana a três meses de prisão, porque ele aceitou 25 rupias (R$ 1,18) de suborno de um varredor em 1985 para emitir um atestado médico falso.

O caso se arrastou ao longo dos anos porque Prasad, que foi condenado em 1992 a um ano de prisão, havia recorrido da sentença. Na terça-feira, a máxima corte do estado de Bihar reduziu a pena de um ano para três meses.

A Justiça decidiu diminuir a condenação, pois considerou que o suborno era insignificante.

“O valor do suborno era muito pequeno, e Prasad pensava que iria receber um indulto do tribunal”, disse o promotor Vipin Kumar Sinha.

***

Ahhh, como eu gostaria de dizer que “a Índia é aqui!”. Se fosse, seria bom que os políticos de Brasília ( e do Brasil inteiro, para evitar discriminação) acreditassem em vida eterna… porque, pelo valor dos subornos correndo lá, precisariam de centenas de encarnações e milhares de advogados e apelações.

Escreva abaixo seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s