Amar é um ato encenado
Por penduricalhos, de Sol e Lua casados.
Mas do que vale ao Sol apaixonado
Estar eternamente
Do rumo da Lua distanciado?
Do que aproveita ao Sol
Pela Lua estar atraído,
Se, para sempre estar em oposição
À mesma Lua, não faz nenhum sentido?

É o Sol estar preso sem vontade,
Ao centro da órbita, todo garboso,
Sendo o inteiro luminoso
De sua obscura metade.
Anúncios

2 comentários em “Sol e Lua

Escreva abaixo seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.