Amor sob Vontade (Quero seu Amor – Kim)


Uma frase me intriga até hoje, apesar de simples. Não só a mim, mas a muita gente que já leu Aleister Crowley:

O Amor é a Lei, o Amor sob
Vontade.

O significado profundo desta famosa sentença pode estar bem longe do teor desse post, mas ajudaria a abstrair o tema em si.

Muitas pessoas dizem buscar o (um) Amor para sua vida, mas estando aparentemente trilhando um caminho que não favorece a manifestação desse Amor. Dizem acreditar no Amor e não se amam nem se respeitam como pessoa. Renegam suas virtudes, seu corpo e sua alma, tais como são, somente para manifestar um modelo pronto, rotulado, de comportamento socialmente aceitável. Deixam de acreditar no que acreditam, para confessar uma outra crença, somente para não ter que arcar com as responsabilidades consigo daquilo em que realmente crêem.

Há aquelas que crescem em meio a uma vida agitada, sem compromissos formais com o mundo nem com coisa alguma. Não namoram porque dizem que assim preservam sua “liberdade”. Na verdade, essa é uma fase passageira, necessária apenas como preparação para a verdadeira vida da maturidade, uma época somente útil como fomentadora da auto-confiança e conhecimento de si mesmo e do mundo à sua volta. Mas essa vida, segundo vemos na Natureza à nossa volta, não deveria prolongar-se indefinidamente. Acontece que, muitas pessoas, dizendo acreditar que o Amor virá de qualquer jeito, e se agarram àquela vida adolescente, sem criar raiz em lugar algum. Uma árvore adulta precisa criar uma raiz forte quando grande e adulta, para que os ventos do outono já não ameacem sua estabilidade, sua e a de seus frutos porventura criados.

Muitas vezes, nessa época, encontramos uma pessoa ideal para que forme conosco uma árvore ideal e se estabilize. Também há quem deixe essa pessoa escapar por causa de atitudes imaturas, egoístas, ofensas e toda sorte de más ações. Também encontramos quem se iluda e, dizendo que querem amadurecer e formar uma vida a dois, mas que acabam voltando às mesmas atitudes de adolescente: traições, vícios, imaturidade. Acabam os dois sofrendo, um antes do outro. Mas, inevitavelmente, o segundo também se dá mal, ainda que seja mais tarde.

O Amor é a Lei, porque tudo no Universo se constrói pelo desejo de estabilidade. A matéria se formou pelo Amor quando os átomos se aglutinaram em moléculas e se condensaram em fibras, O corpo humano, das proteínas aos tecidos e órgãos. Os homens e mulheres, das famílias às civilizações. As estrelas, em aglomerados e galáxias. É um axioma da Natureza. Tudo nasce instável, efervescente, mas tende a se estabilizar e assim, poder continuar a existência e a evolução. Quem se nega a esses ritmos, que se prolonga além do necessário na “adolescência tardia”, quem se recusa a amadurecer, fatalmente sofrerá. Amor sob Vontade, pois o desejo de amadurecer e evoluir deve partir de dentro do âmago de cada um.

Anúncios

2 comentários em “Amor sob Vontade (Quero seu Amor – Kim)

  1. É engraçado que eu, leitora assídua de seus textos, li este post quase um ano e dois meses após a publicação, talvez porque somente agora eu estivesse preparada para entender.
    Logo eu que sou estudante de tantas leis nunca havia parado pra fragmentar a lei do amor.

    Indubitavelmente um ótimo post!

    Beijos…

    Barbie.

    Curtir

    1. indubitavelmente, um ótimo comentário!

      A lei do Amor se manifesta no Universo pela Ação e Reção, Contração e Expansão, como Lei do Progresso que tende ao nfinito, como preconizam os Fractais (pesquise). Acerca disso, conversamos mais tarde!

      Bjs!

      Curtir

Escreva abaixo seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s