Categorias
Memórias Minhas Poesias Reflexões

Ser Pai é…


É conduzir com segurança, ainda que encima de uma corda-bamba.
É ser corajoso, ainda que o coração espasme de medo.
É a palavra de autoridade, falada ao ouvido, ecoando no coração durante décadas, tal como um dogma.

Por Júlio [Ebrael]

Blogger, amateur writter, father of one. Originally Catholic, always Gnostic. Upwards to the Light, yet unclean.

// Port.: Blogueiro, poeta amador, pai. Católico, casado. A caminho da Luz, mas sujo de lama.

7 respostas em “Ser Pai é…”

Feliz aquele que pode contar com a felicidade de estar com seu pai por muitos anos de vida. Eu que ja perdi o meu a 14 anos, sei o quanto faz falta em nossas vidas.

Soube dizer de forma simples e singela a grandeza de ser pai!

Beijos no coraçao!

Marcia Canedo

Curtir

Márcia,
Sinto muito mesmo! Tenho o meu comigo ainda, embora vivendo longe, e imagino o quanto ele me faria falta, e como deve fazer a você!
Obrigado pela visita, e que possam haver ainda muitos motivos de festa em seu coração, mais do que de apertos!
Bjs tbm!

Curtir

O carinho, enquanto amamos é indispensável. Ainda que você precise puxar a corda, de vez em quando, ela não resiste se você a mantém tensa o tempo todo. É preciso manobrar a rede, relaxar e dar os nós certos à corda, para que ela se torne forte, porém sem desfiar. Equilíbrio entre Rigor e Amor, eis o segredo do sucesso para qualquer relação humana!
Beijos em você!

Curtir

Escreva abaixo seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.