Saudades da minha infância


Pode até parecer que não cresci ainda, estando eu para completar 29 anos encima da terra. Mas não renego meu instinto saudosista: como muitas coisas da minha infância, que foi ótima, graças a Deus e minha mãe, sinto muitas saudades dos desenhos que eu assitia. Através deles, de certa forma, aprendemos a conhecer a vida, e nos damos conta dos assuntos sérios do mundo lá fora por uma linguagem como que lúdica, suave.

Creio que muitas pessoas que assistirem esses vídeos vão lembrar deles, de alguns ao menos.

Publicado em
Categorizado como Crônicas Tag

Por Júlio [Ebrael]

Blogger, amateur writter, father of one. Originally Catholic, always Gnostic. Upwards to the Light, yet unclean. // Port.: Blogueiro, poeta amador, pai. Católico, casado. A caminho da Luz, mas sujo de lama.

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.