Pedro Boaventura, à beira do caminho.


Seu nome era Pedro. Pedro Boaventura. O sobrenome (*) pressupõe felicidade, fortuna. Mas Pedro não era feliz. Pedro tinha, e sabia disso, características que poderiam fazer qualquer homem feliz e bem-sucedido: era carismático, razoavelmente charmoso, inteligente. Mas nada dava certo para ele. Pelo menos, era isso que ele achava. Pedro nascera em uma pequena cidade do extremo oeste de Santa Catarina, chamada Palma Sola. Como toda aquela região, … Continuar lendo Pedro Boaventura, à beira do caminho.

Pare de falar e comece a fazer


Pequenas atitudes diárias e mudanças de hábito podem contribuir com a proteção do meio ambiente. Todos podemos fazer nossa parte.  Veja como: Todos sabemos (mas às vezes esquecemos) que podemos economizar água de maneiras simples, como não deixando a torneira ligada ao fazer a barba, lavar o rosto ou escovar os dentes. Reutilize a água usada na lavagem de roupas para a limpeza de calçadas, … Continuar lendo Pare de falar e comece a fazer

Paulo Mendes Campos e o Folclore de Deus


Há amigos meus que me fazem elogios por minha forma de escrever. Me perguntou uma amiga, por esse dias, comentando as Memórias, como eu conseguia escrever do jeito que o faço, Qual seria o segredo por detrás da escrita enfática e emotiva que desenvolvo?Responderia, agora, de uma só vez: é tudo por culpa de Fenando Mendes Campos!! Ele é o escritor de crônicas que mais … Continuar lendo Paulo Mendes Campos e o Folclore de Deus

OS OITO “ESSES” ENTRE O SINTOMA E A SAÚDE


Refletindo sobre a tensão dinâmica existente entre a saúde e os sintomas de adoecimento, que podem aparecer tanto no corpo – também chamado de soma – quanto na psique e todo seu entorno profissional, familiar, social, emocional e espiritual, percebe-se a existência de oito palavras iniciadas com “s” exercendo influencia significativa na qualidade de vida de todo ser humano. Essas palavras não têm ordem de … Continuar lendo OS OITO “ESSES” ENTRE O SINTOMA E A SAÚDE

Dois Pontos e Uma Linha (para João Batista Cunha)


Essa poesia singela, sem muito brilho nem palavrórios, nasceu de pronto ao ler uma poesia do amigo e irmão de letras, João Batista Cunha. Para ele, com merecimento: Onde pontuamos um ponto, Iniciamos um breve conto, Pelo qual, imberbe, canto, As alegrias e o acalanto. Se me tragar o triste pranto, onde toda minha vida remonto, Vou dar ao meu lápis desconto, sem mais pontuar, … Continuar lendo Dois Pontos e Uma Linha (para João Batista Cunha)

Parabéns Ebrael por + um ano de vida.


Nossa amizade vai se tornando forte a cada dia E hoje no seu aniversário me sinto comovida a homenageá-lo. Hoje mais do que nunca é tempo de saber Que a nossa amizade não vive de lembranças. A cada dia você me surpreende Com uma nova atitude de amor e respeito. A cada dia sinto que fui escolhida pela vida Para ter você como fruto maior … Continuar lendo Parabéns Ebrael por + um ano de vida.

Seja bem-vindo ao ‘Estado Paralelo’ do Rio de Janeiro!!


É certo que não moro no Rio de Janeiro, nem mesmo estive alguma vez no Rio, nem de passagem. É certo também que ninguém melhor há para falar do que está acontecendo no Rio do que alguém que lá more. O Rio está em festa, por um lado. pelas Olimpíadas de 2016. Mas, há muito tempo, semanas e dias seguidos, vive de luto por aqueles inocentes … Continuar lendo Seja bem-vindo ao ‘Estado Paralelo’ do Rio de Janeiro!!