Guiado pela Estrela!!


“… e nenhum dos fios de vossa cabeça cairá sem que o Pai o permita!”
(Mateus 10,29)

Um dia desses, estávamos eu e a Joici falando acerca de coisas cotidianas, quando ela proferiu algo que somente hoje me fez lembrar de algo espetacular que me aconteceu há alguns meses atrás. Ela disse, simplesmente:

“Não atropele o Tempo!! O que tiver de ser, será… simplesmente será!!”

No dia 20 de julho desse mesmo ano, recebi em casa a carta da Prefeitura de Biguaçu (SC), me convocando para tomar posse do cargo de escriturário, no qual me encontro hoje. Trabalhava na Oi na época, e tive de correr atrás de toda a documentação necessária para completar o processo de admissão, mesmo durante o mês de aviso prévio, que imediatamente iniciei. Todas as atrapalhações possíveis ocorreram, desde o ônibus quebrar no meio do caminho meia hora antes de fechar o expediente da prefeitura, em dado dia, até o médico da perícia, que avaliaria meus exames de rotina (sou diabético), pegar virose e faltar durante alguns dias.
Passados 20 dos exatos 23 dias que tive para juntar uma simples documentação, fui a esse médico, apresentar as radiografias que ele pediu. Quando soube que eu era diabético (nunca minto ou fraudo), ele cismou de querer um laudo do meu médico. Só que meu médico estava viajando, em um Congresso de Endocrinologia. E agora?? Depois de passar o inferno para conseguir uma dispensa para ir lá nos cafundós do Judas Perebento, mostrar aquela pilha de papel burocrático, o médico me desmonta em alguns segundos. Ele queria um laudo médico, atestando que minha diabetes estava controlada, e eu não tinha como conseguir. Sentei no banco de fora do posto de saúde e chorei. Chorei de impotência, de raiva, de raiva do destino, que me pregava mais uma peça…
Me desesperava o fato de achar que tinha alguma urucubaca comigo. Era isso: tinha um baita azar!! Fui caminhando (dava uns 25 minutos) debaixo de um sol escaldante e comendo poeira da estrada, até chegar ao ponto de ônibus. Puxa!! Eu havia esperado dois anos por aquela chance!! Eu não podia desistir assim, a três dias do prazo. No dia seguinte, eu e minha mãe fomos atrás de um médico qualquer, conseguir um laudo. Ela é enfermeira há 35 anos, e médicos são os que mais ela conhece!! Chegamos de manhã à clínica onde ela trabalhava. Quem nos atendeu foi o doutor Eduardo Altieri. Ele foi categórico. Não tinha como redigir um laudo médico sem exames e sem conhecer o meu histórico clínico. E queria exames mais recentes. Eu não os tinha. Mais uma batalha perdida, mais uma metade de dia perdida.
No mesmo dia, há 15 quilômetros dali, em Florianópolis, havia uma clínica que tinha convênio com a Oi. Resolvi consultar um médico deles, para já pegar uma requisição de exames, fazer em regime de urgência (todas as coisas urgentes, quando bem pagas, se ajeitam) e mostrar para o médico, para levar os exames e o laudo em dois dias e meio lá em Biguaçu. Note-se que: na Grande Florianópolis clinicam mais de um milhar de médicos. E qual não foi o meu desespero quando vejo que o médico que arranjei era o doutor Altieri!! O mesmo de algumas horas atrás e 15 km de distância!! Pronto: mifu…fritei!! Meu cabelo deve ter desbotado na mesma hora!! Fazer o que? Estava ali, pagando. Eu não podia fugir que nem um rato!! Entrei e conversamos. Ele resolveu me questionar mais acerca do meu diabetes. Então, contando a minha saga até ali, e o meu desespero por aquele cargo, ele resolveu me dar uma mãozinha. Passou-me o Laudo assinado por ele, e disse que não seria por um Laudo que eu perderia dois anos de espera. E recomendou-me mais exames, e que eu voltasse para ele saber da minha evolução clínica. O que era desespero transformou-se em alegria extrema, em sensação de superação, de vitória incontestável!! Sabe quando seu time, depois de uma partida disputada de forma certa, acaba ganhando de lavada, quando ninguém acreditava nisso???? É isso: estava de alma lavada!!
Não seria sorte?? Onde estava o azar naquele momento?? Encolhido como um rato medroso, ele que se atrevia a comer em meu terreiro?? Seria merecimento, por eu estar na luta desde tanto tempo?? Seria o que?? Eu chamaria a isso Estrela. Quando tudo parace estar perdido, quando as brumas da noite negra te dizem que o Sol não virá, aparece minha Estrela a brilhar, minha Estrela da Manhã, a apontar o caminho do Sol e da Vitória!!
Ave, Sol Invictus!! Tudo que tiver de ser, será inevitavelmente!! Mas, se queremos estar em certo lugar para ver chegar o dia da Vitória, temos que caminhar, estar a caminho desse lugar, nos movimentarmos em direção da Festa!! É preciso, sempre, estar a caminho!!

“Desistimos de nossos sonhos justamente quando eles estão prestes a se realizarem.”

Anúncios

Escreva abaixo seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s