Epitáfio do Escorpião


O escorpião é um ser extremamente contraditório. Ele, no entanto, não contradiz a si mesmo, mas às tendências ilusórias das coisas. Escorpião abomina as ilusões, ainda que, como ser ainda não liberto da teia do mundo, delas se utilize para se anestesiar.

Do limo da pedra sob a qual se protege extrai a frescura que o alenta. Da terra em que jaz dormente, ele busca a solidez do permanente. O sol nasce, ele se esconde. O calor abrasa, e nele se delicia, subjacente. A noite chega, ele ressurge, para dar vida às sombras, deglutir os sonhos dos beduínos e sorver a essência do que apenas aparenta estar morto.

O escorpião não se utiliza de filtros miraculosos para curar sua dor. Ele, simplesmente, se utiliza do que de mais doloroso há em seu interior como vacina contra seu próprio veneno. Nele, eis sua perdição e redenção, ignomínia e glória. A punção de um escorpião pode ser tóxica, mas é um teste de resistência à dor. O escorpião é de extremos, ao mesmo tempo, pontiagudos e perigosos. Mas, entre um e outro extremo, constatamos segmentos e transições. Nem o inferno ou céu se alcança em um passe de mágicas. Há degraus, há anéis, há segmentos e intersecções.

O escorpião não matou o sapo do rio. O sapo do rio não foi “burro”. Não era da natureza do escorpião morder “sem intenção”. O sapo não era ingênuo inconsciente. Em tudo, há escolhas. Há escolha inclusive quando renunciamos à escolha. Não se magoa alguém porque se quer. Não se é enganado, mas nos deixamos enganar. O escorpião sentiu o vento em seu rosto. O sapo ouviu o rumor das águas. Só há enganadores quando vê-se a si como enganado. Sem a Lei, não haveria a noção objetiva de pecado. Não haveria bem sem a noção de mal.

O escorpião cansou de se ver enganando. O escorpião cansou de deixar a cargo dos outros do rio a tônica de sua crítica. Escorpião deixou de querer ver a água turva que os peixes vêem.

“Mas como podem querer imergir e chafurdar no lodo do fundo do rio?? Como podem se contentar??”

Escorpião cansou-se do Rio. Cansou-se das águas e de sapos masoquistas. Cansou-se do sadismo dos que não se conformam com as escolhas que fazem. Fartou-se dos que se lamuriam das pedras que delineiam os caminhos e do limo que lhes testa a coragem. Entediou-se dos que dizem não saber de nada depois de ouvirem repetidas as verdades como ladainhas. Fica estupefato quando ouve os peixes declararem que “Deus escreve certo por linhas tortas” tanto quanto que não são os bêbados que camabaleiam, e sim que o Mundo que gira rápido demais.

A partir do momento que vê o cavalo xucro sofrer um abalo em seu trote de corcel e quando percebe as águas sem o mesmo refulgir da luz do sol, apenas refletindo palidamente a turbidez do céu nublado, ergue seus olhos ao céu, perplexo. Na ocasião em que a tarde cai e o frio lhe arrepia as pinças, é que então o Escorpião declara que é chegado o inverno d’alma do seu mundo. O vento entoa lúgubre sinfonia de lágrimas, a dispersar as lembranças do verão que se foi. Mas ele não chora. Ele agradece a honra de ver o tempo passar diante de seus olhos, e não se iludir, não se enganar. As flores sazonais que se lhes apresentam são sintomáticas de sua sensibilidade à diversidade de mundos: não são as flores, são seus olhos.

Escorpião não quer mais que a água lhe molhe o corpo. Não deseja o frio olhar dos peixes mortos, fingidos, dissimulados, a nadar sem direção nesse rio das emoções. Escorpião não quer mais a imprevisibilidade das correntes, não almeja a cachoeira após a corredeira. Ele quer a pedra ao sol. Ele deseja a Paz sem culpa, deseja ser culpado por querer a Paz que não vêm do túmulo. Ele não deseja descansar. Ele apenas visa não lembrar que vê mais além, pretende não ser mais a Finalidade do Pensamento, mas o Pensamento Final, o Gozo Final, o Ponto Final.

Anúncios

12 Replies to “Epitáfio do Escorpião”

  1. Oi, boa noite, vim avisar que já postei
    o poema e agradecer a possibilidade!

    Adoro Astrologia, achei bem interessante esse
    post sobre o signo considerado falso e traiçoeiro por muitos você mudou bem essa visão!
    Todo signo tem seu lado “sombra”!

    Abraços.

    Curtir

    1. OI Valéria,

      Fico satisfeito em saber que você entendeu bem minha mensagem. Era essa a intenção mesmo. As naturezas de nós todos difere, mas somos iguais na “Origem”.

      E tenho orgulho mesmo de ser Escorpiano. Escorpianos não constituem um signo, mas uma raça, uma etnia, um corporação. Ou nos confraternizamos ou nos matamos, mas não renunciamos ao nosso Código de Honra.

      Errar é Humano; Perdoar não é nossa Política.

      Indulgência àqueles que são indulgentes. Ajudamos a quem quer ser ajudado. Amor a quem se ama a si mesmo e aos outros, por consequência natural…

      …E ferro a quem fere com ferro!!

      Obrigado pela visita!!

      Bjs!

      Bjs!

      Curtir

  2. Ebrael, muito interessante o que vem a dizer. Sabe que uma vez, em casa, apareceu um escorpião. O meu pai o viu e o bicho se entendendo acurralado se matou, meteu o ferrão nas costas e pronto, partiu. Ou seja, ele nem pensa outra saída para si, é uma kamikaze.

    Curtir

  3. Concordo contigo perdoar nao é nossa politica. Por este motivo, eu prefiro, em vez de subir no sapo, subir na femea dele. kkk. Estou brincando!

    Amigo, quero falar que não se deixe levar pelo frio. Água é vida, peixe alimento. A raiva passa e nada de ferro e fogo porque eu ja vivi isto, agi como com escorpiano e me ferrei sozinho. Como escorpiano, aprendi eu somente perdi. Tudo bem que o peixe é um ser enigmático – sou casado com uma deliciosa sereia, mas quando eu falo bem baixo, ela escuta. A raiva que antes me matava, vai embora. Melhor assim. Principalmente, pra mim..

    Força Brasil!!

    Ferreira

    Curtir

  4. Oi Ebrael!

    Sei como é!
    Sou geminiana e tenho Netuno em escorpião
    no ascendente e é uma influência muito
    forte na minha personalidade e modo de ser!

    Pode sim escolher um post meu fique à vontade!
    Obrigada, bjs.

    Curtir

  5. Ola meu querido escritor, demorei mas cheguei ..rsrs
    Adorei o texto, tira bem essa noçao estigmatizada que as pessoas tem dos escorpianos. Eu particularmente sempre me dei bem com pessoas deste signo, tenho amigos(as),ja tive amores (alias sao os mais dificeis de serem esquecidos), mais de uma forma ou de outra nunca os considerei traiçoeiros e sim donos de personalidades fortes e intensas. Se isto pode ser considerado defeito para alguns, para mim nunca foi. Acho que independente de signos cada um e dono de uma personalidade unica e deve ser respeitado.
    Parabens pelo texto Ebrael, como sempre de otima qualidade.

    Beijos no coraçao
    Marcia Canedo

    Curtir

  6. Ebrael,

    Conheci a fábula do Sapo e o Escorpião há alguns anos. Mas a forma como você discorreu a natureza do Escorpião é algo eu nunca havia notado.

    De fato, o Escorpião não engana ninguém. Ele não lamuria da própria vida. Ele é o que é, não porque as pessoas (ou os bichos) falam “mal” dele, mas sim porque ele é assim mesmo: tem veneno, é autêntico. Quem não seguiu a própria natureza foi o sapo que sabia que seria presa fácil para o escorpião.

    Gostei, amigo, gostei.

    Abração e ótimo final de semana pra você.

    Curtir

    1. Valdeir,

      Por você ser da área educacional, me sinto honrado com seu comentário. Mesmo!!

      Eu sou do signo de Escorpião, e creio firmemente não em superstições, mas que as pessoas contituem certos padrões psicológicos que têm tudo a ver com os ensinamentos antigos dos Arquétipos Astrológicos.

      Escorpião é incompreendido, por isso me orgulho de ser escorpiano. As pessoas não nos compreendem a fundo, e fazemos de tudo pra manter esse conhecimento de nós mesmos a salvo dos Profanos. Afinal, como dizia Paulo de Tarso:

      “Quem quiser ser sábio (conhecedor), torne-se um louco, pois a sabedoria desse mundo é loucura aos olhos do Pai”.

      Abçs e ótimo fim de semana pra você também!!

      Ebrael.

      Curtir

Escreva abaixo seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s