Ser Cristão tornou-se crime


Abaixo, a homilia do Padre Paulo Ricardo, em três partes e proferida em 2010, no período pré-eleitoral, que tratou do Plano Nacional dos Direitos Humanos (PNDH3), projeto de Lei do Governo esquerdista do PT, em conchavo com outros partidos cúmplices. O conteúdo de tal projeto está agora, atualmente, inserido de forma escamoteada no Projeto de Reforma do Código Penal. Assuntos tratados também foram a proibição ateísta de símbolos religiosos em órgãos públicos e a ilegalidade do MST, que nem CPNJ possui e recebe milhões de reais em verbas anualmente do Governo Petralha, sem declarar um centavo sequer desse dinheiro.

Os conteúdos de ambos os projetos de Lei versam sobre a descriminalização do aborto, do infanticídio indígena, da criminalização de críticas contra o homossexualismo em qualquer situação, a equiparação do status do matrimônio legítimo (que visa a geração de filhos) ao da união civil gay (colocando tudo no mesmo balaio de gato) e a legalização da eutanásia.

Não podemos nos calar diante de tamanho atentado à democracia, que agoniza sob a ditadura socialista às portas e com os olhos arregalados diante da alienação dos bispos e do Povo.

A Verdade e a Beleza


Sua Santidade, o Papa emérito Bento XVI.
Sua Santidade, o Papa emérito Bento XVI.

“O Logos [o Verbo de Deus] não é somente uma razão matemática. O Logos tem um Coração, o Logos é também Amor. A Verdade é bela e a Verdade e a Beleza caminham lado a lado: a Beleza é o selo da Verdade.”

(Sua Santidade, o Papa emérito Bento XVI, no último dia de seu retiro quaresmal, 23/02/2013.)