Natal: A Grande Luz brilhou nas Trevas


“Ali estava a Luz verdadeira, Que ilumina a todo o homem que vem ao Mundo. Estava no mundo, e o mundo foi feito por Ele, e o mundo não O conheceu. Veio para o que era seu, e os seus não O receberam. Mas, a todos quantos O receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem em Seu Nome.”

(João 1:9-12)

A Luz está aí, há dois mil anos sacramentada no Corpo da Igreja e em seus Sacramentos, instituídos pelo próprio Cristo. Cabe a nós decidir se deixamos a Luz de Cristo, filho excelso do Amor de Deus, entrar em nossas casas, famílias e em nossos Corações, ou não a receber assim como as Trevas tendem a fazer.

Lembrei-me de um provérbio oriental que diz: “Por onde a Luz avança, daí as Trevas se afastam”. Não deixemos que nos afastemos da Luz, não sejamos arrastados pela corrente como gado para o precipício. Se nos arrastam para o abismo é porque atrás de nós, sem que saibamos, a Luz avança para sua Vitória definitiva e natural, tal como o Sol que todas as manhãs vence a angústia da Noite.

Desejo a todos um Feliz e Santo Natal, em memória e alegria suprema pelo Nascimento de Deus entre nós! 😀

Anúncios

4 comentários em “Natal: A Grande Luz brilhou nas Trevas

  1. Essa luz veio trazer o desenvolvimento do pensamento para lapidar e preparar o ser humano para a última fase da matéria. Não a reconheceram na época devida e agora a maioria está despreparada para entender e aceitar a nova fase da natureza, do desenvolvimento do raciocínio. Esses pretéritos hoje estão pagando caro com seu abuso e perderão mesmo a oportunidade de regressar à eternidade. Por isso está aí a confusão generalizada: SALVE-SE QUEM PUDER E SE PUDER! Forte abraço Júlio!

    Curtir

    1. Não há direito à eternidade, se isso não for impulsionado por dois motores: a Misericórdia de Deus, que nos envia os meios para a salvação de nossas almas, por meio de Seu Filho, Jesus Cristo, e pelo abandono da iniquidade, abraçando os preceitos daquele mesmo Redentor do Mundo que foi imolado para que tivéssemos uma segunda chance, num solo fertilizado por sangue Santo.

      Abração!

      Curtir

Escreva abaixo seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s