ATEA: Ateus e agnósticos ultrajam católicos


Em colaboração com um amigo do Facebook que me marcou em uma de suas postagens, venho hoje ao blog para denunciar mais uma das já não surpreendentes agressões laicistas de setores ateus e neoateus, protegidos por organizações anticatólicas, contra símbolos da Igreja e a pessoa de Nosso Senhor Jesus Cristo. Trata-se de integrantes mentalmente desnutridos, sem vergonha na cara, de uma página de ateus, a ATEA.

Militam em nome de um laicismo estatal, mas esquecem que o Laicismo não equivale ao Ateísmo, mas à neutralidade do Estado em relação às opções de crença ou não-crença dos cidadãos. Mais: ainda que o Ateísmo não possa ser enquadrado como um credo, nem mesmo antirreligioso, ele nasceu (com o Positivismo iluminista, de inspiração maçônica) de uma relação de oposição às crenças teístas. Portanto, antes de mais nada, ateus e agnósticos precisam ser honestos consigo mesmos e admitirem que o Ateísmo tem sim relação com as religiões. Como veremos abaixo, eles mantém um posicionamento agressivo em relação a elas e incitador de ódio anticristão, já conhecido como Cristofobia.

Continuar lendo “ATEA: Ateus e agnósticos ultrajam católicos”

Dilma Rousseff e Lula: a coitada e o racista


Hoje é domingo, dia ideal para descansarmos, em que, em consideração à harmonia do lar, devemos evitar tocar em assuntos estressantes e desagradáveis. A figura de Lula, a curriola do PT e a mente esquerdista são temas que nos envelhecem à simples menção. Tendo isso em vista, vou falar “pouco” nessa postagem.

As notícias são sintomáticas. Dilma Rousseff é vaiada em coro na cerimônia de abertura da Copa do Mundo do Brasil, em 12 de junho último, com palavrões dignas de figuras execráveis mundo afora. Dezenas de milhares de brasileiros presentes no evento, a uma só voz, declararam sua repulsa à presidente eleita do Brasil: “Ei, Dilma, vá tomar no cu! Ei, Dilma, vá tomar no cu!”.  Eram vozes que a mídia não tinha como esconder, sons impossíveis de abafar, em uma ocasião ímpar. Mas, claro, não é a primeira vez que Sua Excrescência é vaiada, já que até prefeitos já o fizeram, e na cara dela.

Mas, eis, abaixo, o motivo pelo qual Sua Excrescência, a presid-anta Dilma Rousseff, quebrou um protocolo que já durava mais de 30 anos e se isentou, covardemente, de discursar na abertura da Copa:

Continuar lendo “Dilma Rousseff e Lula: a coitada e o racista”

Orlando Fedeli: “A Direita Política atual é canhota”


Afinal, qual será o destino natural daqueles que abominam os postulados totalitaristas e desumanos da Esquerda Política (Comunismo, Laicismo radical, Ateísmo militante, etc.)?

“A Direita Política, hoje em dia, é encarregada de executar o que a Esquerda propõe.” (Orlando Fedeli)

É natural que as pessoas, ao se darem conta do teor totalitário e fascista (sim, fascista!) das propostas da Esquerda (que, publicamente, é representada no Brasil por partidos como PT, PC do B, PDT, PSOL, PSTU, PCB, PCO), acabem se alinhando, politicamente, a partidos ditos de Direita, buscando representação de seus preceitos e ideias anticomunistas. Nisso consiste o que comumente chamam de “jogo democrático”, ou de sistema republicano da democracia representativa.

Porém, talvez, poucas ilusões politicas sejam tão crassas e ridículas quanto a que prega que há, em essência, real oposição entre Esquerda e Direita. Ou mesmo que haja algum partido de Centro, que concilie os pleitos de ambas.

Continuar lendo “Orlando Fedeli: “A Direita Política atual é canhota””

Greve em Biguaçu e a intransigência de um Prefeito


Normalmente, eu escrevo neste espaço para leitores de todos os lugares, muitas vezes do mundo inteiro. Hoje, escrevo especialmente para pessoas da minha região, o que servirá para testemunhar para todas as pessoas distantes que, mesmo no Sul do Brasil, viver com dignidade não está fácil.

***

Eu não sou simpático ao estilo da atuação sindical em voga hoje em dia. Não sei teria sido antes ou serei um dia. O fato é que, devido à monopolização ideológica exercida, no Brasil, pelo PT e pelos partidos da Esquerda sobre os sindicatos, muitos estratos dos trabalhadores conservadores ficam, na prática, sem representação ou continuam reféns do fogo cruzado entre os aparentes inimigos direitistas e esquerdistas.

Sendo assim, mesmo abominando o lobby político exercido pelos partidos de Esquerda (PT, PC do B, PSOL, PSTU) sobre os sindicatos, concordo que os trabalhadores têm, sim, o direito natural de pleitear mais respeito e melhores condições salariais, de trabalho e de formação. Mesmo sendo conservador (o que não significa, necessariamente, ser de Direita), jamais apoiarei gestores públicos que avancem de suas cadeiras sobre a Administração como “donos” do poder, como se os cidadãos fossem seus súditos ou “clientes”.

Em Biguaçu, os funcionários públicos, principalmente os da Educação e da Saúde, estão amargando um ano e meio sem reposição salarial, referente às perdas com a inflação (cujos índices nem sempre mostram a realidade) e mais de dois anos sem nenhum aumento real de salário.

Continuar lendo “Greve em Biguaçu e a intransigência de um Prefeito”