Nun, de Nazareno: a letra do Martírio cristão no Iraque


O que significa essa letra árabe que muitos cristãos têm adotado como avatar nas redes sociais? Por que, justamente, essa letra? Ao que se refere? Para responder, primeiramente, repassemos algumas notícias recentes…

Incrível! Pasmem — mas até os veículos sionistas da Rede Esgoto (conhecida como Globo) noticiaram a campanha dos ultrarradicais islâmicos do ISIL para aniquilar os cristãos do Iraque e leste da Síria. Segundo fontes cristãs, o número de cristãos no Iraque decresceu de quase 1,2 milhão em 2003 para 300 mil nos últimos meses, segundo estimativas. A maioria teria fugido para países vizinhos, mas alguns milhares já teriam sido massacrados em suas próprias cidades, tanto no Iraque como na Síria, como tenho noticiado neste site [1].

O ISIL (sigla em inglês para Islamic State of Iraq and Levant – Estado Islâmico do Iraque e Levante) é um grupo terrorista extremista do Iraque, considerado radical demais até pelos próprios cabeças da Al-Qaeda na região, pelos quais foram recrutados. Eles pretendem instaurar não apenas um Estado islâmico na região, mas estender o Islamismo a todo o mundo por meio de um califado. Localmente, já começaram a instaurar a Sharia (lei civil islâmica) literalmente, o que significa que todo muçulmano teria permissão para matar qualquer cristão que se recusasse a renunciar à Fé e/ou abraçar o Islamismo.

Continuar lendo “Nun, de Nazareno: a letra do Martírio cristão no Iraque”

Aécio Neves, o menos pior


Em resposta à mensagem privada recente de uma amiga do Facebook, em que ela tentava me convencer a votar em Aécio Neves apenas para, assim, não deixar vencer a aprendiz de Apedeuta, Dilma Rousseff:

Se vocês não fazem nada para que os candidatos se posicionem conforme nossas convicções, não chame de democracia ao ato de escolher o menos pior. Escolher o menos pior é escolher o pior daqueles que dizem combater o pior. Nada mais. Confiar no menos pior é isentar-se da responsabilidade de fazer pressão por candidatos que prestem para algo além de se preocuparem com suas disputas por currais e cabides. 

Vocês tiveram quatro anos para fazer essa pressão e não fizeram. Acaso, chegam as eleições e querem agora nos comover com o pânico do avanço do PT? Não é por essa confusão e dissolução de convicções que tal pânico da “Direita” é ainda mais desejado pelo próprio PT? O que eles [do PT] têm, nós não temos, que é foco. E, sem foco, acaso, queremos nos livrar deles com outro candidato sem foco? Se o candidato sem foco te representa, a mim não representa!

Continuar lendo “Aécio Neves, o menos pior”

O Talmud e o racismo judaico


Introdução

Não sei que misteriosa poção de titica as pessoas tomaram para repudiar qualquer denúncia contra ações de judeus ou algumas de suas crenças imundas como sendo crime racial, antissemitismo. Talvez, mais pareça como crime racial da parte de seus críticos porque vemos a maioria dos judeus agindo como se fossem um só corpo, onde quer que estejam. Assim, toda crítica a um judeu parece tomar a aparência de discriminação a todos os judeus. Mas, se tal judeu fosse um criminoso, seria prudente não acusá-lo? Tal comportamento sincrônico da maioria dos judeus seria fruto de alguma ortodoxia religiosa, solidariedade em prol de sua sobrevivência ou de simples desprezo xenófobo pelos goyim (não-judeus)?

Após o “Holocausto” judeu na Segunda Guerra Mundial, muito pouca gente ousou falar um “ai” contra as ações de quaisquer judeus, por medo de ser acusada, covardemente, de apologista do ódio racial. Os objetivos de Hitler acabaram servindo muito mais aos sionistas, propugnadores do roubo da Palestina, do que, propriamente, ao alegado extermínio de judeus.

Continuar lendo “O Talmud e o racismo judaico”

A Inquisição voltou, e está online!


Para os católicos imbuídos de mentalidade esquerdista ou modernista, seria interessante que dessem uma olhada no site Inquisição Online, que visa não apenas desmistificar os absurdos históricos que se fala da Santa Inquisição, mas também esmigalhar as mentiras heréticas propagadas pelos inimigos históricos da Igreja, constantes em livros de História, publicações das mídias de massa, predominantemente ateísta (livros, jornais, revistas, novelas, peças de teatro, etc.), e por aí vai-se.

Dentre as tantas iniciativas de católicos devotos para estimular a formação legitimamente católica dos leigos, tais como o site do Padre Paulo Ricardo, a página do Padre Rodrigo Maria, Logos Apologética, Fratres In Unum, entre outros, eu e mais alguns fiéis amigos, nos levantamos para dar nossa contribuição ao Evangelho de Cristo e confirmar as Promessas de nosso Batismo, da forma que nos é possível.

Continuar lendo “A Inquisição voltou, e está online!”

Alemanha 7 x 1 Gandulas do Brasil


Time ruim, time horrível, começou o jogo sem nem conseguir tocar e dominar uma bola. E assim foi: um jogo de um time só em que os gandulas brasileiros, vestidos com a camisa da CBF, tiveram a chance de mostrar por que gandulas são tão importantes. Time frouxo, inteiramente incapaz. Emocionalmente desequilibrado. Equilíbrio não é fundamento a ser analisado no ato da convocação ou esses … Continuar lendo Alemanha 7 x 1 Gandulas do Brasil

Projeto de califado islâmico promete exterminar cristãos


Nunca foi novidade alguma o caráter anticristão do Islamismo. Digam o que disserem a turma do deixa-disso, os muçulmanos moderados e a mídia cristofóbica sionista, o fato é que hordas de radicais muçulmanos assassinos, inspirados nos pressupostos corânicos e insuflados por grosso apoio bélico dos EUA e União Europeia, prometem já, abertamente, aniquilar os cristãos e fazer desaparecer o Cristianismo do Oriente Médio e norte da África. Sim, estamos em uma nova (e global) Intifada contra o Ocidente Cristão, que logo chegará à Europa .

Alguns dirão que eles também ameaçam aniquilar o Estado de Israel. No entanto, Israel tem um imenso arsenal nuclear, uma das mais poderosas forças aéreas do mundo e, praticamente, todas as grandes potências ocidentais a apoiá-lo. Agora, me digam, quem protegerá os cristãos indefesos do Oriente Médio? Ironicamente, somente o ditador sírio Bashar Al-Assad, mesmo não sendo por caridade, têm intervindo em favor dos cristãos.

Cristãos crucificados por radicais islâmicos na província de Aleppo, Síria. Maio de 2014.

Massacres desumanos têm sido empreendidos contra vilas e cidades cristãs inteiras na Síria (e em todo o mundo). A mídia ocidental guarda um criminoso silêncio. Quase um apoio tácito aos massacres. Grupos terroristas jihadistas, tais como o ISIS, nascidos no seio da Al-Qaeda, treinados e armados pelos EUA, solenemente aclamaram um de seus líderes, Abu Bakr Al-Baghdadi, como Califa (líder dos muçulmanos do mundo inteiro). Ou seja: pretendem restaurar o Califado e retomar (no mínimo) todo o Oriente Médio e Norte da África ao Islamismo. Claro, à força, à base do “crê ou morre”.

Continuar lendo “Projeto de califado islâmico promete exterminar cristãos”

As revoluções enquanto negócios


Nesses tempos em que as manifestações populares deixaram de surgir em favor de  uma causa e se tornaram fenômenos meramente midiáticos, ou mesmo da moda, seria útil nos perguntarmos até que ponto tais eventos são realmente espontâneos. Pois, um povo que diz exigir o cumprimento da lei não pode, ao mesmo tempo, se arrogar o direito imediato de infringir a própria lei.

Serão, então, essas manifestações um teste de para nossa percepção a fim de percebermos quão irracionais e incoerentes podem ser tais manifestantes? Hoje, estar do lado dos “oprimidos” é conveniente para aqueles que precisam de salvo-conduto para sair vandalizando tudo. Me perguntarão se, acaso, defendo os bancos e a integridade de suas agências bancárias? Não, o que eu defendo é a ordem pública e a não proliferação de maus exemplos aos jovens. Pois, se esses “manifestantes” vandalizam por “justiça”, o que não fariam se tivessem carta branca de verdade?

Continuar lendo “As revoluções enquanto negócios”