O que significa essa letra árabe que muitos cristãos têm adotado como avatar nas redes sociais? Por que, justamente, essa letra? Ao que se refere? Para responder, primeiramente, repassemos algumas notícias recentes…

Incrível! Pasmem — mas até os veículos sionistas da Rede Esgoto (conhecida como Globo) noticiaram a campanha dos ultrarradicais islâmicos do ISIL para aniquilar os cristãos do Iraque e leste da Síria. Segundo fontes cristãs, o número de cristãos no Iraque decresceu de quase 1,2 milhão em 2003 para 300 mil nos últimos meses, segundo estimativas. A maioria teria fugido para países vizinhos, mas alguns milhares já teriam sido massacrados em suas próprias cidades, tanto no Iraque como na Síria, como tenho noticiado neste site [1].

O ISIL (sigla em inglês para Islamic State of Iraq and Levant – Estado Islâmico do Iraque e Levante) é um grupo terrorista extremista do Iraque, considerado radical demais até pelos próprios cabeças da Al-Qaeda na região, pelos quais foram recrutados. Eles pretendem instaurar não apenas um Estado islâmico na região, mas estender o Islamismo a todo o mundo por meio de um califado. Localmente, já começaram a instaurar a Sharia (lei civil islâmica) literalmente, o que significa que todo muçulmano teria permissão para matar qualquer cristão que se recusasse a renunciar à Fé e/ou abraçar o Islamismo.

Os radicais do ISIL, que já tomaram Mossul, a maior cidade do Norte do Iraque, estão marcando as casas reconhecidas como de famílias cristãs com a letra “nun”, que corresponde ao nosso “N”. A letra “nun” é para indicar que naquelas casas moram “nazarenos” (em árabe, الناصريين, al-Nosraínah) que é como são chamados, geralmente, os cristãos.

E para que marcam? Para declarar que aquelas casas passam a ser, oficialmente, propriedade do ISIL. Tais cristãos deve, se converter ao Islã, ou fugir. Se ficam, por não renunciar à Fé ou não ter para onde ir, devem morrer.

Fica patente a megalomania delirante desses psicopatas, mas os que sofrem com eles são os cidadãos comuns que vivem naquela região, não os católicos que vivem confortavelmente e pregam via smartphone, postando suas imagenzinhas no Facebook, mas que fazem cara feia quando convidados a se manifestarem ou rezarem um terço pelos mártires iraquianos.

É muito fácil ser católico na praia, enquanto se bebe uma geladinha, assiste-se um jogo de futebol, dorme-se regiamente às tardes de sábado. Quero ver é o cara ser católico com a espada no pescoço, ser católico e confirmar sua Fé até o fim! E, confesso: nem eu sei se conseguiria manter minha fidelidade ao Batismo se fosse eu ameaçado de martírio.

Gostou? Não esqueça de CURTIR nossa Página!

Os cristãos católicos e ortodoxos do Iraque estão, sim, confirmando as promessas do Batismo, não apenas em água, mas no próprio sangue que se mistura, misticamente, ao Sangue do Cordeiro de Deus.

Faça download da imagem abaixo (clicando com o botão direito do mouse na imagem e clicar em “Salvar imagem”) e use como avatar nas redes sociais. Mostremos a eles e aos católicos do Mundo que estamos orando por aqueles mártires, por suas famílias e pela Paz no Oriente Médio.

Nun-Tambem-Sou-Nazareno

Oremos: Senhor Deus, que dignastes conceder Fé aos mártires do Oriente, nessa e em todas as épocas, para que mantivessem a estrita fidelidade às promessas do Batismo e ao anúncio do Evangelho, conceda-nos também a nós os dons do Espírito Santo, principalmente o de Fortaleza, para que confirmemos, em qualquer momento e lugar, nossa Comunhão na Igreja com o Corpo e Sangue do Cordeiro. Por Cristo, Nosso Senhor. Amém.

***

Fonte: Dominus Vobiscum.

Nota: 

Anúncios

Um comentário em “Nun, de Nazareno: a letra do Martírio cristão no Iraque

Escreva abaixo seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s