Impeachment já? Será que é o melhor?


Postagem rápida de fim de expediente nessa bodega virtual! Vamos lá?

Estava assistindo a TV Senado, com um ou outro senador falando sobre a bagunça na Casa da Luz Vermelha (PT). Nota especial para a magnífica teatralidade do senhor Pedro Simon (PMDB-RS), que fala de forma tão chorosa pelos escândalos na Petrobrás enquanto reza, diante do Plenário, “para que Deus ilumine a mente da presidenta de modo a resolver essa situação deplorável”. Não preciso dizer que comunistas não creem em Deus ou, se creem, não exatamente num deus lá muito bom! Ridículo!

Mas, e nós? Rezamos pelo que? Rezamos a Deus pela salvação de nossa Pátria do câncer comunista, metastático nesse estágio da Vida da Nação. Porém, será que extirpar subitamente o PT do Poder vai afastar definitivamente os corruptos do Poder? Sim, pois se é para defenestrar o PT, banindo-o da história desse País, deveríamos desejar que fosse para não mais voltar. Um impeachment, agora, seria o mais vantajoso para o momento?

Bem, se o Congresso e o Ministério Público seguirem, com toda a lisura, as etapas dos processos envolvendo propinas recebidas por partidos da base aliada (e, até mesmo, do PSDB – oposição para inglês ver) em negócios da Petrobrás (o chamado caso do Petrolão), Dilma Rousseff deve sofrer impeachment em breve, mesmo sabendo nós que os movimentos sociais (MST et caterva) irão às armas e à incitação do Caos.

Dilma Rousseff pode sofrer impeachment, segundo os fatos apurados até agora pelo Ministério Público e a CPI da Petrobrás, em breve, pelos seguintes motivos:

  • Se for provado que ela e Lula sabiam dos escândalos na Petrobrás e das diversas irregularidades em seus negócios;
  • Se o TCU rejeitar as contas do Executivo, demonstrando (como já está mais do que reconhecido pelo próprio Governo) que que a União descumpriu as metas e diretrizes orçamentárias, implicando em prejuízos para o Erário, crime de Responsabilidade Fiscal, deixando, também, clara a incompetência gritante do Ministério de Dilma Rousseff.

Na verdade, já há 14 pedidos de impeachment contra a presidente Dilma, dois deles por conta do Petrolão. No entanto, eu acho que esse processo todo que possa levar ao impeahment deva ser mais vagaroso. Cobras e lagartos devem ser cozidos em banho-maria, sem pressa. Devemos dar tempo suficiente para que todos, inclusive os que votaram, ingenuamente, no PT e em Dilma, conhecer todos os motivos pelos quais o PT deve ser banido do País! 

Note-se que essa não é uma incitação à violência contra pessoas ou grupos, nem mesmo uma aclamação contra o pluripartidarismo, mas, simplesmente, o que deve ser feito a um grupo político traidor, corrupto, imoral, composto por mercenários, terroristas, cujo projeto de poder se alinha a interesses puramente ideológicos, e os atos de seus mandatários se orientam na vitória de um partido, e não na direção dos interesses plurais da Nação, ferindo sua soberania.

A mim, será especialmente agradável presenciar a lenta agonia petista antes da extinção e do banimento dessa quadrilha. Obviamente, não me conforta saber que o maçom Michel Temer seria o substituto de Dilma no Planalto. Mas, uma coisa de cada vez. Por ora, me agrada a agonia lancinante do pessoal da Casa da Luz Vermelha (sim, sendo o PT também um mega-puteiro). Basta que se prove que o PT recebe dinheiro público em forma de propina e mantém contas secretas no exterior (através de laranjas), sendo o mesmo Organização Sem Fins Lucrativos, para que possa perder, sem chorumelas, o registro no TSE.

Anúncios

2 Replies to “Impeachment já? Será que é o melhor?”

    1. Ricardo Cavalcante, vc quer debater as empreiteiras, a gente pode fazer isso. Mas, assim, BAIXA A TUA BOLINHA no espaço dos outros, ok? Tá como visitante? Aja como um visitante, não como um cão raivoso comunista.

      Em primeiro lugar: no âmbito da Administração Pública, as empreiteiras são PRESTADORAS DE SERVIÇOS. Os contratantes são os gestores públicos. Se esses recebem propina das empreiteiras, não pelo interesse público, e ainda mais por motivos torpes, a saber: DESVIO DE DINHEIRO PÚBLICO e PROJETO DE PODER ANTIDEMOCRÁTICO.

      Te pergunto: uma empreiteira pode ter várias contas no exterior? Sim, pode. Mas, e um partido político, pode? Não, não pode. Empreiteiras podem dispor, legalmente, de verbas públicas livremente? Não, não podem.

      Então, não me venha querer desviar a lama em que o PT se cagou. É imundo, o PT é imundo, como a maior parte dos partidos deste país. Mas, o PT é emblemático, pois faz isso sem nenhum pudor ou competência para mentir. O povo não elegeu nenhuma empreiteira para governar o País. É ao PT que os cidadãos devem cobrar, não de empreiteiros.

      Os empreiteiros, como bem sabemos, foram “escolhidos” pelos gestores em licitações fraudulentas, porque lhes interessava diretamente que essas empreiteiras “muii amigas” as vencessem para lhes garantir um bom pedaço do bolo do dinheiro público.

      Se vier com agressões novamente, estará bloqueado, como qualquer comunistinha mal criado que ousar dar as caras por aqui.

      Curtir

Escreva abaixo seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s