Categorias
Autoconhecimento ESPIRITUALIDADE Igreja Católica Misticismo Recados Reflexões

Natal, uma Promessa renovada


Toda vez que abrimos nossas bocas, solenemente, lançamos ao Destino uma Promessa, semeamos, enviamos nossa Palavra. Damos, por assim dizer, à Luz um pequenino Natal.


Não tenho muito a acrescentar sobre o Natal, como católico que sou, senão que é a renovação da memória da Encarnação do Verbo de Deus entre os homens. O Filho de Deus, consubstancial ao Pai, torna-se homem, encarna-se, experimenta a realidade de sua criatura, para salvar-nos e mostrar-nos o Caminho do Céu, interrompido pelo lamaçal de uma torrente de pecados, conscientes ou inconscientes, do conjunto dos seres humanos.

Porém, antes de tudo, devo lembrar que, a exemplo da Páscoa, que é o ápice da Redenção (Paixão, Morte e Ressurreição de Nosso Senhor), o Natal também é o cumprimento de uma Promessa. Portanto, mesmo no Natal, no símbolo visível e manifesto do Menino-Deus, somos confrontados com o cumprimento de uma Promessa, uma sublime Promessa. A Palavra em Si mesma, o Verbo, é uma Promessa. O Verbo de Deus assume-se em Si mesmo e cumpre o que enviou adiante de Si antes da Fundação do Mundo, sendo esse o significado de Promissio.

Toda vez que abrimos nossas bocas, solenemente, lançamos ao Destino uma Promessa, semeamos, enviamos nossa Palavra. Damos, por assim dizer, à Luz um pequenino Natal. Cabe a nós, seres imperfeitos, viver nossa vocação de cristãos. Diante do Altar, ao renovarmos nosso Batismo no Crisma, também lançamos nossas Promessas, vivemos o Natal do Espírito Santo em nós.

Que a Palavra de nossas bocas, inspirada no “sim” de nossa Santíssima Mãe, possa fazer brilhar a Luz do Mundo nos rostos de nossos semelhantes e, com ela mesma, nos fazer arder na defesa da Verdade e da Vida em todas as suas fronteiras, para a maior Glória de Deus.

Feliz e Santo Natal a todos os homens e mulheres de boa vontade, amados por Deus, Nosso Pai!

In Corde Jesu, semper!

Por Júlio [Ebrael]

Blogger, amateur writter, father of one. Originally Catholic, always Gnostic. Upwards to the Light, yet unclean.

// Port.: Blogueiro, poeta amador, pai. Católico, casado. A caminho da Luz, mas sujo de lama.

2 respostas em “Natal, uma Promessa renovada”

Deixe uma resposta para Maria góes Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.