“Sob o Coração é que se faz o Ouro!”

Os que amam o barulho e a futilidade vivem cobrindo, com o seu barulho, o silêncio das selvas, das montanhas e do mar, temendo que um mundo tranquilo os acuse por sua futilidade. Agem nervosamente, com o pretexto de que o fazem com alguma finalidade. Assim, também acontece com o avião: ao passar, parece que nega a realidade das nuvens e do Céu, com sua prepotência. Depois que ele passa, voltam o silêncio e a tranquilidade. É o silêncio do mundo que é real. Nossos ruídos, nossos negócios, nossas finalidades e todas as vãs afirmações relativas a eles, tudo isso é ilusório. Apesar de todos os ruídos externos, a árvore produz os seus frutos em silêncio.

FONTE: Site Catequético.

MAIS SOBRE THOMAS MERTON: 

Anúncios

Escreva abaixo seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s