Sem muito palavrório, quero deixar registrado o orgulho que senti ao ver, a despeito de quaisquer consequências, o teor genuíno e a pujança das manifestações deste dia 15 de março, em rejeição à presidente Dilma e à sua panaceia socialista de merda.

Sem pão com mortadela, com Consciência e sem preços, sob sol e/ou chuva. De carro, a pé ou via metrô. Na praia ou na cidade. Foram milhões em um só dia, a uma só voz, a exigir a renúncia de Dilma Rousseff e a extinção do PT e de outras quadrilhas similares.

Como já prevíamos, com a tese de que a oposição era protagonizada e financiada pela “elite branca de classe média” e de que o panelaço de 8 de março foi feito por “paneleiras de butique”, o PT teve de receber a justa paga por seu discurso de ódio, mentiroso, delirante e verdadeiramente racista. Impingem aos negros o dever de apoiarem o PT. Há racismo e castigo maiores à classe pobre do que apoiar os que alimentam a pobreza?

Todas as cidades congregaram, na medida de suas possibilidades, o contingente proporcional que lhes cabia. Os protestos deste dia ocorreram em 22 estados da Federação e no Distrito Federal. Em Brasília, com Planalto tendo que contar com proteção da PM, foram 40 mil. Em Belém, 60 mil. No Rio, com certeza, mais de 100 mil e 150 mil em Porto Alegre. E, na Avenida Paulista, no coração pulsante do Brasil, fiquei maravilhado ao ver pela TV, juntos, mais de 1,5 milhão de eleitores brasileiros.

Abaixo, a tomada de Brasília:

Ao longo do dia, os seguidores do PT nas redes sociais tentaram desqualificar o Movimento de 15 de março das formas mais ridículas e com os resmungos mais bisonhos. Esquecem-se que não perfazem maioria, que o poder do marketing é temporário e que a fonte de esmolas para chantagem eleitoral acaba. As imagens falam mais que mil pronunciamentos mentirosos. Contra fatos, nada podem os jumentos!

Ao fim do dia, o ministro (?) lulopetista Miguel Rossetto foi à TV dizer que as “manifestações são válidas”, mas que não tolerarão a “violência” (o MST sabe disso?), que “os manifestantes de hoje não votaram em Dilma” (como se isso lhes conferisse um status inferior). Endossa a visão do PT de que os que se opõem ao Partido e seus representantes não merecem consideração nem devem ser levados a sério.

A despeito da postura esquizofrênica dos petistas, que ora se veem “perseguidos”, ora perseguem, ora golpeiam para, em seguida, reclamarem de “golpismo da extrema-direita”, seguiremos exigindo a saída imediata dessa senhora incapaz que esquenta a cadeira de Presidente. E, repetindo o que eu disse no Twitter:

É digno de nota, também, que já há elementos que justifiquem a investigação da Presidente, tendo em vista um processo sério de impeachment. O ministro Teori Zavascki, do STF, liberou a divulgação do depoimento de Alberto Yousseff, em que ele, sob delação premiada (o que obriga o depoente a apresentar provas do que diz), confirma que Lula e Dilma Rousseff sabiam e tinham consciência, desde sempre, de todo o esquema predatório instalado na Petrobras. E, portanto, se beneficiaram, para vários fins e de diversas formas, da grana arrancada do povo brasileiro para prostituição política e envio a contas no exterior.

A VEJA, como reforça Augusto Nunes neste domingo, estava certa. A Presidente, até hoje, não cumpriu suas ameaças e não respondeu à revista na Justiça. Vai falar o que, né? Quando a gente pensa que ela vai se limitar a arrotar, ela peida!

Dilma, a Casa caiu! Espero que a alta dos preços das fraldas geriátricas não faça a senhora sujar a roupa de cama de seu “pobre” apartamento do Planalto. Afinal, lençóis de algodão egípcio não se encontram em qualquer butique do “elitista” bairro do Brás ou nas feiras “direitistas” de Acari.

Anúncios

3 comentários em “Dilma, a Casa caiu!

  1. Que os injustiçados bebam na taça formosa da UNIÃO, prontos a dar a mão e apoio aos inconscientes que erraram e que quiserem realmente se redimir, mudando de vida com humildade, somando-se à UNIÃO, pedindo perdão, empenhados, enfim, a trabalhar com ética e retidão de caráter, em prol de um Brasil racional, porque todos somos Irmãos. O amor, ao final, deverá ser o coroamento de todos. Façamos por onde para que a FORÇA SUPREMA A TUDO E A TODOS, nos julgue merecedores de um final de PAZ. Abraço fraternal com elevado carinho a você, meu Irmão Júlio, e a todos os nossos Irmãos e Irmãs do Brasil e do mundo, que é do Brasil que deverá emergir o alcandorado trinômio PAZ, AMOR FRATERNIDADE, para a CONCÓRDIA UNIVERSAL! Amo MUITO TUDO ISSO!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu sei que a Paz de Deus não é a nossa paz, Nágea. Desejo, sinceramente, a Paz. Mas, a ignorância não nos trará nossa paz, que diremos da de Deus!

      Mas, para nossa tranquilidade (ou não), urge que se cumpra toda Justiça e o Equilíbrio e o progresso seja restabelecido. Deus sabe o que faz (e o que fazemos).

      Um abraço! 😀

      Curtido por 1 pessoa

Escreva abaixo seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s