A Beleza da Fragilidade


Tradução: “Linda foto de Noah, bebê que sofreu aborto espontâneo após 12a. semana de gestação, mostra a Humanidade do bebê ainda não nascido.”

A Vida é infinitamente maior do que nós mesmos. A atitude natural do ser humano diante de qualquer forma de vida deveria ser de, no mínimo, respeito, senão mesmo de reverência (ainda mais quando originada dessas nossas carcaças frágeis, com a alma vinda do Criador).

P. S.: o aborto, nesse caso, foi espontâneo. Aquelas mãos, que presumo serem do pai da criança, provavelmente quiseram segurá-lo, em um ato de contemplação de sua humanidade, antes da despedida.

Data da foto: 20 de fevereiro de 2014.

Quando acaba, o maluco sou eu!


Vivemos numa sociedade. Isso nos faz supor que as impressões captadas e tidas como verdadeiras por outras pessoas, assim como as captadas por nós mesmos, afetam nossos paradigmas. Se nossos semelhantes começam a crer em coisas que, evidentemente, contradizem a Lógica, há a tendência de absorvermos o estresse dessas contradições.

Continue lendo “Quando acaba, o maluco sou eu!”

Em mais um episódio infame, áudio expõe PT, Congresso e STF


Em uma gravação de áudio feita por Bernardo Cerveró, filho de Nestor Cerveró,  Delcídio Amaral (senador do PT/MS) tenta negociar influência de ministros do STF para melar novas operações e investigações. A seguir, um resumo e o áudio, na íntegra, da gravação.

Continue lendo “Em mais um episódio infame, áudio expõe PT, Congresso e STF”

À Hora Morta


Não! Não é estar sozinho o mais desagradável em certos momentos de nossas Vidas. Estar sozinho é uma constante, depois que caem os véus da ilusão dessa tal utopia comunitária humana. O mais desagradável é procurar e não achar quem a gente mais queria, no fundo, que estivesse um pouco mais próximo enquanto o tempo corre cada vez mais faminto sobre nossas carcaças.

Continue lendo “À Hora Morta”