Naturalmente errado


O pinistro (ministro com um pino a menos no crânio) do STF, Luís Roberto Barroso, recentemente, disse:

O Brasil naturalizou as coisas erradas.

Vejamos:

Continuar lendo “Naturalmente errado”

Apontamentos sobre a Liberdade


Muito se fala em liberdade, principalmente quando em termos de ações humanas e responsabilidades individuais. Num mundo onde se prega a Ordem, há lugar comum para o que chamam de liberdade? E sobre o chamado livre arbítrio, o que teríamos a dizer?

Não é meu intento invalidar aqui, de forma alguma, ideias que busquem promover a autonomia dos seres humanos em sua jornada neste planeta. Porém, alguns apontamentos se fazem necessários.

Continuar lendo “Apontamentos sobre a Liberdade”

Metas e capacidades necessárias


As metas não podem ser definidas a priori, já que, se alguém não conhece o Desconhecido (ou seja, aonde precisa-se ou quer-se chegar), não poderá ter um plano de metas. Logo, não se saberia que conhecimentos são úteis, ou não.

Continuar lendo “Metas e capacidades necessárias”

Herr Mannelig e outras pérolas


Enquanto garimpava novos estilos musicais que me agradassem (já que os bons estilos sucumbem à fome no Brasil), vim, de sugestão em sugestão, a conhecer alguns grupos da Europa que lutavam para preservar a cultura tradicional de suas pátrias. Saudosista como eu sou, sendo fascinado pela Idade Média e pelo seu imaginário todo particular, encontrei farto alimento para os meus fones de ouvido.

Continuar lendo “Herr Mannelig e outras pérolas”