Pouco diversificada, a rede brasileira de transportes depende, quase exclusivamente, do transporte rodoviário para a circulação de mercadorias. Através das rodovias, escoa-se a produção para os portos, para ser exportada; abastece-se cidades e estados com combustíveis, remédios, insumos e bens. E. eis que, diante dos absurdos suportados pelos caminhoneiros, um levante destes ameaça parar o Brasil e põe, mais uma vez, o Governo em xeque.

Milhões de brasileiros, no momento em que esta matéria é editada, enfrentam filas para abastecer seus veículos, pagando preços exorbitantes devido à escassez, frente à intensa procura. Isso ocorre pelo desabastecimento, já que postos recebem o combustível que vendem por caminhões dirigidos por seres humanos, estes em greve. No entanto, espera-se que ônibus urbanos deixem de circular, quando a redução de horários não surtir mais efeito. Remédios deixarão de chegar às farmácias, unidades básicas de Saúde e hospitais. Alimentos poderão sumir, em questão de horas, das prateleiras dos supermercados.

Não podemos, simplesmente, alegar que a liderança dos caminhoneiros está sendo manipulada por algum chamado oportunista dos sindicalistas da Esquerda, com fins a chantagear os governos em assuntos tributários e/ou ocasionar indulto presidencial a Lula, para que seja libertado.

Não é de hoje que os caminhoneiros aturam falta de segurança nas estradas, malha rodoviária em péssimo estado em longos trechos, impostos altíssimos sobre combustíveis, entre outros problemas. Já durante o Governo de Dilma Roussef, estes mesmos caminhoneiros enfrentaram a Polícia Rodoviária Federal, após ordem presidencial de uso de força para romper bloqueios em estradas e obrigar os caminhoneiros a voltarem ao trabalho.

GOSTOU DO ARTIGO?

DOE E APOIE A DIVULGAÇÃO DA VERDADE!

Peça seu boleto de débito via Whatsapp

ou clique numa dos botões abaixo:

>  ou    btn_donateCC_LG

Lembremos que o impeachment de Dilma recebeu contribuição importante da classe dos caminhoneiros, que ameaçou “cercar e tomar” Brasília, em célebre marcha sobre a capital da Inutilidade Política. Face a esse movimento, políticos se acovardaram e temeram a repercussão pública, sem contar o risco de caos social, o que teria acarretado uma possível Intervenção Militar.

Como tantos usuários de redes sociais, recebi, via Whatsapp, cópia da suposta Pauta de Reivindicações dos Caminhoneiros. Todas justas, diga-se. No entanto, devemos nos perguntar: quem capitaliza com esse movimento?

Afinal, a polarização aumenta em torno do pleito presidencial deste ano. Quanto mais encurralado fica Temer e sua trupe vendilhona e sanguessuga, mais evidente fica que os principais atores da disputa serão Bolsonaro e Lula. Marina apoiaria Lula, em segundo turno. Bolsonaro receberia apoio da parte rebelde do PMDB e de partidos menores (ou nanicos). Quem ganha mais com esse caos? Com certeza, a rameira nacional, chamada PMDB, é a que mais perde, pois continua sem identidade política.

Cenas possíveis dos próximos capítulos da novela Puteiro Brasil:

  • Bolsonaro decola, mas sofre oposição dos mais céticos e descontentes;
  • Lula tenta se manter vivo na cena política;
  • Esquerda esperneia e joga mais lenha na fogueira, chantageando juízes e Temer por um indulto para Lula;
  • Remédios acabam, pacientes sucumbem em casa (por falta de transporte para Hospitais);
  • Alimentos acabam em supermercados, escolas e hospitais;
  • Litro de gasolina sobe a R$ 6,00 e, a unidade de pão francês, a R$ 1,20;
  • Saques antecedem ocupação das ruas pelas Forças Armadas nas cidades maiores.

Com sorte, o Governo deve ceder em pontos suficientes para contentar a maior parte dos caminhoneiros. Ideal seria que todas as reivindicações dos Caminhoneiros fossem atendidas, especialmente a extinção do PIS/COFINS sobre os combustíveis e melhoria substancial na conservação das rodovias.

Anúncios

3 comentários em “Greve dos Caminhoneiros ameaça parar o Brasil

Escreva abaixo seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.