A Casa e o Caminho


Nos últimos trinta dias, uma das coisas que eu mais ouvi é que não tem jeito, não. Realmente, após caminhar, chorar, sorrir, gostar e desgostar, iludir-se e desiludir-se tanto, e cada vez mais rapidamente, percebemos que nossa Casa é onde o Coração vibra e repousa, e que o Caminho de nossas Vidas é composto de destinos jamais definidos com precisão.

Continuar lendo A Casa e o Caminho

Nos últimos trinta dias, uma das coisas que eu mais ouvi é que não tem jeito, não. Realmente, após caminhar, chorar, sorrir, gostar e desgostar, iludir-se e desiludir-se tanto, e cada vez mais rapidamente, percebemos que nossa Casa é onde o Coração vibra e repousa, e que o Caminho de nossas Vidas é composto de destinos jamais definidos com precisão.

Continuar lendo A Casa e o Caminho

De Beatitudine


— Sobre a Felicidade.

À pergunta sobre como ser feliz, todo mundo tem sua receita a apresentar. Quando são bem-sucedidas em seus projetos, pessoas ufanam-se por terem, supostamente, encontrado seu elixir mágico, seu pó milagroso ou seu estilo de vida perfeito.

Será, mesmo, que tais pessoas são felizes? Abaixo, exponho minha visão sobre o que é a tal felicidade.

Continuar lendo De Beatitudine

De volta à Caverna


Sabemos que nossa vocação é sair da Caverna, vencer o medo e contemplar a Luz por meio da qual nada fica oculto. Acaso, será por alguma debilidade de nossa espécie que falhamos na busca pela Luz, ou por confundirmos medo com apego (à escuridão da Caverna)?

Continuar lendo De volta à Caverna

Uma Voz em meio ao Silêncio


Canto a ti, ó minha Voz,
Que ecoas entre os chefes,
Gritas pelas nuas esquinas,
Soluças pelos bares
E atentas contra meu sono.

Continuar lendo Uma Voz em meio ao Silêncio

Nem Haddad, nem Bolsonaro


Considero acertado dizer que Bolsonaro é filho do Partido dos Trabalhadores (PT), à medida que o petismo não apenas deu errado, como também foi um verdadeira catástrofe. Quando tratamos de Política (especialmente, se ela é fonte de privilégios e ganhos financeiros para alguns poucos indivíduos), temos que nos perguntar, sempre: a quem (ou a quais grupos) interessa que isso ou aquilo aconteça?

Continuar lendo Nem Haddad, nem Bolsonaro

Sobre o Amor Líquido


Líquido, por se esvair pelo ralo do chuveiro ou sumir em meio ao barulho de uma balada noturna; e doce, como uma champagne francesa, plena de ilusões entre suas bolhinhas que nos fazem cócegas no Ego. O Amor Líquido é a expressão que distingue esta era de imbecilidade.

Continuar lendo Sobre o Amor Líquido