Quando “vivemos juntos” com alguém, toda briga é uma oportunidade pra cair fora, livrando-nos do(a) outro(a). Quando estamos casados, livremente casados, cada atrito, ao contrário, passa a ser uma chance de darmos a volta por cima, ressurgindo à tona de nossa vida mais fortes.

Clique no link abaixo e ouça:

http://www.4shared.com/embed/470396231/728d003d


Você pode também ler a transcrição da mensagem, fazendo o download do texto pelo link:

http://migre.me/3qPeB


7 comentários em “03/01/2011 – A Importância do Casamento

  1. Sempre pensei que para ter um casamento forte e duradouro, o alicerce da relação deveria ser feito de amor, amizade, compreensão, sinceridade e confiança, porém hoje sei que qualquer relação onde se usa esses alicerces são duradouras.

    Curtir

  2. Olá Ebrael !!!

    Excelentes as suas colocações, estou casada a 2 anos e suas palavras me deixaram muitas reflexões relevantes !
    Gostei de sua pergunta se depois do casamento fazemos uma diferença benéfica na vida do outro;e também sobre que não importa o lugar em que foi celebrado e sim o comprometimento do casal para com esta relação.
    Linda citação de Santo Agostinho !
    Sem dúvidas a consciência deste compromisso, ameniza bastante as desavenças, quando não alimentamos a intolerância e cultivamos o respeito para que as diferenças gerem aprendizado.
    O crescimento de ambos no mesmo nível como você mencionou também é muito importante na minha opinião !
    Incrível sua postagem adorei !!
    Um enorme abraço !!

    Curtir

    1. OI Sammy!!

      Minha intenção era mesmo compartilhar e suscitar essas mesmas reflexões em outras pessoas (pra não dizer entre outras pessoas) que sei que passam por provações em seus Caminhos. A maior prova a ser vencida é supressão do egoismo e da intolerância. Essas coisas só tem lugar onde reina apenas o Sexo. Mas, quando o Sexo está a serviço e sob o domínio do Amor, tudo conspira pela Harmonia e a União!

      Hoje, posso dizer, com uma certa vergonha do que antes dizia, que sou defensor ferrenho do casamento, assim como boa parte dos jovens rebeldes de hoje o serão amanhã!!

      Fico muito contente de saber que minha semente foi bem recebida em seu coração! Quiçá, faça bem aos outros corações sedentos por uma saída para os dilemas!

      Bjs!

      Curtir

  3. Olá Ebrael:

    Eu nunca fui casado, portanto, só conheço a teoria rsrsrsrs

    Olhando nossos pais e avós, notamos o casamento perfeito, onde a relação surgiu da convivência, numa aproximação natural.

    O casamento natural acontece pela lei da atração, com ou sem papel. Sendo uma atração natural, nada consegue abalar essa união.

    Eu também acho que a vida de casado deveria terminar a vida de solteiro, ou seja, nada de clube das luluzinhas feministas, nem de bebederias em bares e pescaria, para homens e mulheres respectivamente.

    A religião, a vida social, os filhos, projetos conjunto, acredito que isso faz parte do casamento. Inclusive a palavra casamento já virou metáfora para mistura, convivência, compartilhamento, etc.

    ABS

    Curtir

    1. Jânio,

      Como vc mesmo falou, as panelinhas duvidosas de amigos e amigas depois do casamento não são naturais. É natural a convivência com os amigos, mas não à moda da vida de solteiro. Muita gente diz que assumem “certa” liberdade e agem assim pois querem adaptar a vida de casado aos prazeres que não conseguem deixar pra trás. Mas quem não é capaz de respeitar os ciclos da vida e se enqyadrar a cada um deles, sempre acaba se estrepando.

      Obrigado pela visita e um ótimo fim de semana!

      Abçs!

      Curtir

Escreva abaixo seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s