Simples mortal


Vejo que as pessoas superestimam uma suposta sinceridade como virtude, como se fosse um must, um tremendo diferencial. A partir da originalidade porra-louca, extravagâncias e os delírios mais toscos são permitidos a fim de anestesiar a alma aflita por um mundo em mudanças incontroláveis. Até um assassino pode ser sinceramente assassino, ou um estúpido ser estúpido sem medo de ser feliz. Mas, a sinceridade arrogante e patética – deboche moderno – já não basta às massas ávidas por esquisitices várias.

Dinheiro e Dízimo


Por que o dinheiro é tão execrado no mundo atual? Nesta postagem, exponho o que aprendi sobre a importância, para a evolução do ser humano, de aprender a lidar com o dinheiro. Uma das melhores formas que experimentei na lida com o dinheiro foi através do dízimo, mesmo não sendo eu adepto de denominações religiosas.

Vamos lá? Venha comigo! 😉

Pelo direito de questionar


Pelos números apresentados pelo TSE, nunca tivemos, na história recente do Brasil, pleito eleitoral majoritário tão apertado. Tendo isto em vista, não seria natural, em uma democracia, que metade dos eleitores conteste o resultado das eleições em condições tão atípicas, em ambiente tão polarizado?

A Alegria da Presença


A Consciência advém do casamento entre a Luz e as Trevas, entre a água e o copo vazio, entre a chuva e a terra sedenta. É dessa Consciência que surge a invencível Vida do Universo, dos vermes famintos às estrelas. O que seria de nós sem essa presença efêmera, sem essa Shekhinah que renova todas as coisas?

%d blogueiros gostam disto: