Única Família


Animais não são inferiores a nós. E isso não é mero romantismo ecofanático. Cada espécie está em seu próprio caminho de aprimoramento genético e não pode ser colocada em comparação com outras como se estivesse em uma competição.

Continuar lendo “Única Família”

Deus e os bêbados


Dia desses, resolvi entrar em alguns grupos (no Facebook) que promovem o que teimam em chamar de debates “filosóficos”. Eis que são espaços ótimos pra verificar como nós, seres humanos, somos frágeis, ingênuos e orgulhosos, e tudo pela mesma receita.

Continuar lendo “Deus e os bêbados”

Sobre pactos


Carl Gustav Jung diria que basta que o Ego busque o Poder do Inconsciente, admitindo sua incapacidade em obter aquilo de que deseja fruir, para que haja “pacto”.

Agindo sutilmente o Inconsciente coletivo pelo pactuado, há a ilusão de que o Coletivo, como representante de um poder superior, agirá em favor dele.

Dificilmente, a pessoa se livra da cobrança daquilo que jaz dentro dela mesma. A Sombra a segue, e tudo sabe acerca dela. A Sombra é a parte noturna, não iluminada, da personalidade.

Esqueceram de mim


No fim das contas, o ser humano é apenas uma criança assustada, sem saber quem são seus pais, esquecida numa estação do tamanho de um planeta, com sua mente alcançando as estrelas do Céu. Sem saber aonde ir, resta-lhe o confinamento num corredor qualquer da Estação Terra. São seus pais as estrelas, os deuses, humanos transformados em cristais de luz?

Continuar lendo “Esqueceram de mim”