Advertência aos profanadores


Diante da completa banalização da Magia, a Vera Scientia, sem falar das bizarrices trazidas pelos miasmas mentais desta era de trevas, é de suma importância o interdito contra os profanadores, curiosos, feiticeiros e charlatães, lançado pelo mais célebre ocultista e mago da Tradição Ocidental do século XIX, Eliphas Levi, em sua mais fundamental obra, Dogma e Ritual de Alta Magia, que citamos abaixo.

Segue:

Por uma vida mais estoica


Lendo algumas obras de Sêneca, posso concluir, por mim mesmo, que a Virtude não é boa em si, mas útil à consecução de algo ainda maior.

Portanto, para mim:

Sobre o Amor Líquido


Líquido, por se esvair pelo ralo do chuveiro ou sumir em meio ao barulho de uma balada noturna; e doce, como uma champagne francesa, plena de ilusões entre suas bolhinhas que nos fazem cócegas no Ego. O Amor Líquido é a expressão que distingue esta era de imbecilidade.

Sobre a necessidade e o risco da Paz


Assistindo, ontem, a um vídeo amador, com trecho de uma palestra de Leandro Karnal, me peguei tecendo algumas críticas à fala citada, embora a mesma tivesse fundamentos. E, foi justamente por ser fundamentada que, então, merece uma crítica minha, uma reflexão.

%d blogueiros gostam disto: