Sobre o que é importante


Há muito tempo que deixei de me importar com a maior parte das datas comemorativas, tais como a do meu aniversário, Natal, Ano Novo, etc., exceto com as que ressoam diariamente em minha Vida. Ao contrário do que nos sugere o termo inglês date (encontro), para mim datas não são compromissos, mas indicadores de quanto algo nos marca, sobre o que nos importa verdadeiramente.

É pena, não raiva


Eu não tenho raiva do povo brasileiro, eu tenho pena. Sem um pingo de soberba é que digo isso. É pena dessa massa e consciência de que esse povão é infantilizado, mentalmente subdesenvolvido.

Cidades, pomares e seres humanos


Nesta segunda-feira, encontrei material para uma boa reflexão, postado, de forma restrita, pela amiga Cida Vaz, do Facebook. De uma outra postagem de um site português, ela pergunta: E se as cidades se transformassem em pomares urbanos?

Sementes de Vontade


Neste ser de multicamadas, em que cada um de nós consiste, duas instâncias se sobressaem: a Mente e o Coração, representativos de nossa Razão e de nossas Emoções, tais como Sol e Lua, os lados positivo e negativo.

%d blogueiros gostam disto: