Por quê me tornei liberal


Para aqueles que me acompanham há algum tempo, pode soar surpreendente eu declarar adesão ao Liberalismo. Porém, como me considero conservador (mas, como é ser conservador?), a despeito de minha disposição em denunciar a Nova Ordem Mundial, é quase inevitável optar pelo liberalismo em face da defesa da liberdade do indivíduo (ao menos, na teoria).

A seguir, explico as razões que me levaram a adotar uma postura liberal, na economia, enquanto mantenho o conservadorismo como bandeira social.

Continue lendo “Por quê me tornei liberal”

Liberdade econômica é uma balela


(Aos liberais que vierem me trolar, quero dizer que o que segue são apenas apontamentos, comentários. Prometo, a qualquer hora dessas, dedicar uma ou duas horas a sistematizar meus argumentos.)

Não se enganem: nada disso que vem acontecendo no Brasil nos últimos anos – nem os escândalos de corrupção, nem as denúncias que os escancararam – foi à toa. Todos os partidos agem sob uma mesma batuta estrangeira, com auxiliares fiéis e mercenários deste solo, tanto da chamada Esquerda como da Direita. A estratégia é: a Esquerda escandaliza o povo com leis e gestão bizarras, a Mídia prepara um clima de instabilidade (e lucra com os dois lados) e o povo, anestesiado e faminto, exige a volta das quadrilhas engravatadas e liberais da Direita.

Continue lendo “Liberdade econômica é uma balela”

PT e PMDB: prestes a estuprarem a Constituição!


Eu poderia passar algumas noites (ou semanas) elencando, em extensos compêndios, todos os atos e projetos de lei inconstitucionais dos últimos três governos do PT na Presidência da República. Não apenas do PT, mas também de seus satélites socialistas (PC do B, PSOL, PDT) e grupelhos mercenários (PMDB, PR, PP). Eu ainda me ocuparei disso, mais à frente. Mas, nesta próxima semana, estaremos diante de mais um capítulo triste nessa novela mexicana, em que temos certeza do sequestro do Congresso pelo PT e do estupro coletivo da Constituição.

Como já era previsto, sua Excrescência, a presidente da República, Dilma Rousseff, deixou para falar a verdade acerca de suas cagadas anuais (ou anais) quando o povo não podia mais reclamar nem dizer que foi “enganado”. Agora foi, agora fodeu! Não adianta, o Congresso já se sente à vontade, com um passaporte de 4 anos, para pisotear a Lei numa sanha de ódio pelo que há de moral nela contido.

Continue lendo “PT e PMDB: prestes a estuprarem a Constituição!”

A Petrobrás e a tempestade final


Os últimos relatórios financeiros divulgados pela Petrobrás, contrastados com os dados aferidos de outras empresas do setor da exploração de petróleo, mostram o que a roubalheira, a imoralidade psicopática e o utilitarismo mercenário em nome de projetos de poder foram capazes de fazer. Obviamente, não sem a incompetência (proposital, será?) dos quadros lotados pelos partidos assaltantes (PT, PMDB e PP) em postos estratégicos da empresa.

Testemunhando, a partir de dentro do bonde desgovernado da História, a atual sequência de acontecimentos, é quase inacreditável o que o PT conseguiu fazer com a maior empresa brasileira. O PT virou lenda, um ideal para qualquer quadrilha de principiantes. É mesmo fantástica a trajetória de atos fora-da-lei perpetrados pelos alunos brasileiros (e mercenários) de Fidel Castro.

Continue lendo “A Petrobrás e a tempestade final”