Herr Mannelig e outras pérolas


Enquanto garimpava novos estilos musicais que me agradassem (já que os bons estilos sucumbem à fome no Brasil), vim, de sugestão em sugestão, a conhecer alguns grupos da Europa que lutavam para preservar a cultura tradicional de suas pátrias. Saudosista como eu sou, sendo fascinado pela Idade Média e pelo seu imaginário todo particular, encontrei farto alimento para os meus fones de ouvido.

Continuar lendo Herr Mannelig e outras pérolas

Meu Coração ouviu tua Voz


Uma das grandes fontes de frustração humana é a mania que temos todos de querer controlar o resultado de tudo o que acontece. Quando constatamos que isso se torna, dia após dia, algo inviável, nos decepcionamos e nos deixamos abater. Não importa se o que nos sucede é favorável ou não: precisamos saber que não estamos no controle de tudo.

Continuar lendo Meu Coração ouviu tua Voz

Minha mãe e a música dos doidos


Mãe que é mãe, até quando torra nossa paciência, nos dá algo que valha. Aliás, não foi apenas minha insatisfação com o decepcionante ensino de inglês do colégio público em que eu estufava que me fez ser autodidata, mas a perseguição de minha mãe.

Continuar lendo Minha mãe e a música dos doidos

Nishmath’i (Minha Alma)


Na minha curta carreira sobre este mundo, aprendi que a magia da Arte, como a da Vida, nem sempre se manifesta pela criação, em si, de algo original, mas também pela habilidade de ordenar e coletar o que está disperso. Afinal, como haveria progresso na Criação se não tivéssemos como mantê-la nessa trilha?

Continuar lendo Nishmath’i (Minha Alma)

Seleção ‘Nostalgia dos Anos 70 até 2 horas atrás’


Exatamente! Não sou apenas afeito a ideias malucas e pesquisas sobre assuntos complicados. Também passo por momentos em que mando tudo à merda e vou curtir umas velharias imortais. Te cuida, Highlander! 😀

Tomem o baú que ele é de vocês. Ouçam alguns bons exemplos de itens jurássicos que aprecio logo abaixo. Basta clicar no botão ao centro do player:

http://rd.io/x/Rl78tWkvmOJA