De Beatitudine


— Sobre a Felicidade.

À pergunta sobre como ser feliz, todo mundo tem sua receita a apresentar. Quando são bem-sucedidas em seus projetos, pessoas ufanam-se por terem, supostamente, encontrado seu elixir mágico, seu pó milagroso ou seu estilo de vida perfeito.

Será, mesmo, que tais pessoas são felizes? Abaixo, exponho minha visão sobre o que é a tal felicidade.

Continuar lendo De Beatitudine

Nem Haddad, nem Bolsonaro


Considero acertado dizer que Bolsonaro é filho do Partido dos Trabalhadores (PT), à medida que o petismo não apenas deu errado, como também foi um verdadeira catástrofe. Quando tratamos de Política (especialmente, se ela é fonte de privilégios e ganhos financeiros para alguns poucos indivíduos), temos que nos perguntar, sempre: a quem (ou a quais grupos) interessa que isso ou aquilo aconteça?

Continuar lendo Nem Haddad, nem Bolsonaro

Achados e Perdidos


Os mares amam as garrafas com bilhetes e seus pedidos de socorro. Estes, por sua vez, são sinais de que há alguém, ainda vivo, esperando ser resgatado por aquela que os lerá. O ideal romântico traz, quase sempre, esse afã de redenção e apoteose, quase uma abdução por um ente alienígena, porém doce e pacífico.

Continuar lendo Achados e Perdidos

Paraíso Perdido


Ainda que nenhum Paraíso exista ou que um ser histórico Jesus, chamado Nazareno, jamais tenha nascido, essas figuras perfazem mitos que remetem à saga humana neste e em todos os mundos possíveis.

Continuar lendo Paraíso Perdido

Sobre a necessidade e o risco da Paz


Assistindo, ontem, a um vídeo amador, com trecho de uma palestra de Leandro Karnal, me peguei tecendo algumas críticas à fala citada, embora a mesma tivesse fundamentos. E, foi justamente por ser fundamentada que, então, merece uma crítica minha, uma reflexão.

Continuar lendo Sobre a necessidade e o risco da Paz