A burrice incontida


Está certo! Não podemos condenar a parcela do povo que tenha cedido em sua (luta por) Liberdade a uma tênue garantia de comida na mesa aos seus filhos. No entanto, foi sobre chantagens como essa — a de que os pobres perderiam a Bolsa-Família se Aécio Neves vencesse — que Dilma Rousseff foi reeleita. Mas, será que os leitores não conseguem perceber que esse país foi fundado sobre uma cultura de eterna vassalagem e zoação?

O povo brasileiro realmente é um povo de fé, fé no impossível. O brasileiro médio quer acreditar. Acredita que tudo vai dar certo, mesmo quando começa errado ou vai errado durante todo o percurso. Afinal, Deus seria brasileiro e a macumba garantiria uma chance de tripudiar sobre um vizinho de senzala.

Continue lendo “A burrice incontida”

“Por que não tomar no cu?” (Artigo politicamente incorreto)


Por Ebrael Shaddai.

Adaptado de um comentário postado na página de Olavo de Carvalho.

***

.

Por que você não deve tomar no cu?
Propaganda enganosa!

A expressão “tomar no cu” é inadequada, pois o cu não é cuia, mas orifício. Logo, tomar algo no cu seria contraproducente, pois tudo acabaria dele escorrendo, além de não podermos portar o cu tal como um copo. Poderíamos, sim, se nos apetecesse à mente (depravada), levar no cu. Mas, levar no cu não leva a nada, como nos explica a Dra. Anete Guimarães no vídeo “Sexo Anal e suas consequências“. No máximo, o cu, violado, nos deixaria um câncer de próstata (aos homens) ou uma INEVITÁVEL Endocardite Bacteriana (a homens e mulheres) – aidéticos que o digam!

.

Discutindo as propostas temáticas do Prof. Olavo de Carvalho (aqui):

Continue lendo ““Por que não tomar no cu?” (Artigo politicamente incorreto)”