Para aqueles que acham que o Comunismo, como doutrina, acabou, tenho de dizer que estão redondamente enganados. Como tudo que se vende na mídia, essa é uma ideia totalmente enganosa. Pois, não é pela cor das folhagens que conheceremos a Árvore, mas pelos frutos. O Comunismo, como doutrina política, não figura publicamente em quase mais nenhum país, mas permanece como projeto disfarçado.

Basta lermos o famoso Decálogo de Lênin, que já completara 100 anos, e saberemos que tudo o que fora preconizado por ele, que foi o primeiro grande ícone do comunismo soviético, está sendo implementado há décadas no Ocidente. Um de seus “mandamentos” é: corromper a juventude e dar-lhe “liberdade” sexual. O Marxismo Cultural, que é a alternativa subliminar que a Maçonaria globalista usa atualmente, depois que as revoluções armadas não deram certo, para instituir regimes políticos nos quais as massas sejam levadas a entregar todo o poder a partidos de esquerda. Isso ocorre através da doutrinação ideológica sutil e educacional em massa das crianças.

Gramsci já falava que o Comunismo jamais poderia triunfar pelas mãos dos adultos, se as crianças já estivessem preparadas desde a tenra idade para aceitar as abominações socialistas (partidos políticos que se eternizam no poder, diversidade sexual, subjetivismo contra a realidade objetiva, destruição do modelo familiar tradicional, banimento das religiões, transformação de crimes em “direitos”, matar em nome da “saúde” pública, etc.). Essa doutrinação maciça se daria através do controle das mídias, redações de jornais, revistas, suborno de partidos, chantagem contra as pequenas empresas privadas (através da burocracia corrupta), corrupção dos líderes das religiões, hipersexualização da juventude, banalização do casamento, ocupação de postos-chave nas Universidades, entre outras táticas de guerrilha “fria”.

Vejamos alguns fatos:

Mas, ainda não é tudo! Vemos o favorecimento explícito do PT a militâncias gayzistas que, passando longe da defesa dos homossexuais, buscam ultrajar outros setores da sociedade que lhes criticam e retirar, por via legal, a livre expressão, de opinião e de crença.

Quem não lembra da manifestação das Vadias em Copacabana, durante a Jornada Mundial da Juventude, em 2013? Ali, vi serem cometidos, com beneplácito do Gilberto Carvalho e da Dilma, pelo menos três crimes: atentado violento ao pudor, ultraje a símbolos religiosos (art. 208 do Código Penal) e formação de quadrilha (já que havia um grupo em volta, protegendo o cometimento dos crimes). Mas, obviamente, o PT pensa diferente da sociedade. Para seus próceres, “movimentos sociais não podem ser criminalizados“. Ou seja, esses vagabundos, baderneiros e criminosos estão acima da lei, e o PT os protege em seus crimes, promovendo um fascismo às claras em prol da sacanagem, tudo com dinheiro público.

 

Escreva abaixo seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s