À medida que os pêlos nas axilas se tornaram mais numerosos, o instinto questionador da adolescência se fez mais notado. Já não aceitava qualquer dogma vindo dos padres ou das pessoas mais velhas da família. Estava desafiador, mal-criado. Minha Consciência já estava sendo preparada para a ativação plena da Engrenagem chamada Destino, assim como para o ruído de suas endentaduras, o Karma.

Num belo domingo, dia Primeiro de Maio, ano de 1994, num acidente morre Airton Senna. As cenas fortes, repetidas traumaticamente em minha mente, fizeram as endentaduras do Destino andarem num ritmo assustador. Senna era meu herói, um dos poucos que empunharam a bandeira de meu país com algum orgulho genuíno e sincero, a despeito do espírito comercial de outras celebridades. Os três dias, em que chorei a morte de Senna, fizeram meu pâncreas parar de funcionar; meu pâncreas havia pifado. Um mês após esse fato, lá estava eu, no consultório da Dra. Márcia, que diagnosticou meu caso como sendo diabetes. Não mais doces, não mais liberdades altivas, não mais poderia ser livre para errar como todos. Antes do diagnóstico, eu já estava assistindo Sessão da Tarde, no sofá, com um jarro de água de um lado e outro de suco no colo. Urinava de cinco em cinco minutos, e já quase não dormia. Havia derretido, e perdido 10 quilos em apenas 30 dias!

Minha vida se transformara radicalmente. As dúvidas sobre a bondade e Justiça divinas afloraram com mais força. Como e por que? Logo comigo? O que eu havia feito de tão errado? A Bíblia me ensinava que os pecados dos pais se refletiam nos filhos até a terceira e quarta gerações. Minha mãe não havia feito nada de errado, ao menos ao que eu sei até hoje, nem meu pai era um pecador imperdoável. Então, do que um jovem de 13 anos poderia ser imputado em culpa?

(Continua…)

Escreva abaixo seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s