Trinta e Três Noites


As Trinta e Três Noites formam um conjunto de textos reflexivos, inéditos em sua maioria (com exceção de dois, Dança da Chuva e Tempo Propício, este último tendo sofrido acréscimos), nos quais exploro ao máximo minha paixão por simbolismos, pensando no que eu acredito ser edificante para os leitores.

Continuar lendo “Trinta e Três Noites”

Tradução Inglês/Português


Meu pai não cansava de me elogiar diante dos familiares dele por conta de meu rendimento escolar na maioria das disciplinas elementares. Para mim, era algo desagradável, pois atraía olhares invejosos de outras crianças da minha idade.

Continuar lendo “Tradução Inglês/Português”

Ebrael


Ebrael é o pseudônimo adotado por este Autor, Júlio César Coelho, e título de seu principal blog pessoal. Criado em 2009, destinava-se à publicação de crônicas e poemas próprios, mas evoluiu para a postagem de Opinião acerca de temas da Atualidade, tópicos místicos e pesquisas em áreas de interesse, além de intenso envolvimento em redes sociais.

Continuar lendo “Ebrael”

Claustrum Secretum


Desejando encontrar um local apropriado e mais reservado para publicar minhas reflexões filosóficas e leituras interessantes, Ebrael abriu este espaço, batizado Claustrum Secretum. Permaneceu adormecido por vários anos, mas visível ao Mundo, com apenas algumas postagens esparsas.

Continuar lendo “Claustrum Secretum”

Central Matrix


Central Matrix é um projeto que vai muito além de um simples site de ideias heterodoxas sobre a Realidade. Obviamente, inspirou-se nas reflexões suscitadas pelo enredo do filme Matrix, cujo título se mostrou, no entanto, muito apropriado.

Continuar lendo “Central Matrix”

Noctívagas e outras histórias


Prontas, após alguns meses de adiamentos, compromissos, problemas de saúde, trabalho duro e faculdade a tirar-me o sono, as Noctívagas, estórias e reflexões que vagaram por minhas noites durantes os últimos anos. Se me acompanharão sempre? Não sei dizer. Porém, com certeza, cópias dessas ideias vagarão por aí, a pequeno preço ou gratuitamente, sem vergonha.

Continuar lendo “Noctívagas e outras histórias”