Do berço para a Vida

Image of young dad yelling at his son

Não raro, me pergunto se não passamos, nós (adultos), mesmo, de crianças supernutridas. O mundo desaba sobre nós, com suas responsabilidades e rudeza, antes mesmo dos 18 anos de idade. Porém, como manifestação de um fenômeno de nosso tempo, ou não, chegamos à média idade e acabamos nos percebendo imaturos, birrentos e cheios de desculpas esfarrapadas para nos furtarmos aos poucos, mas necessários, deveres para com os outros.

%d blogueiros gostam disto: