Sobre o transexual “crucificado” na Parada Gay 2015


Eu tento não comentar polêmicas provocadas por hordas gayzistas, principalmente em Paradas Gays. Não que seja perda de tempo emitir opinião, mas é que o povo continua não querendo enxergar a gravidade da situação quando mostramos as intenções da Elite que coordena essas barbaridades todas. Acho que não preciso dizer que essa postura conivente é típica do povo brasileiro.

Continue Lendo “Sobre o transexual “crucificado” na Parada Gay 2015″

Militantes gayzistas dizem: “Evangélicos devem ser exterminados”


Antes de mais nada, gostaria de deixar bem claro: a agressão relatada partiu de militantes gays radicais, que estão muito longe de representar todos os homossexuais da sociedade. São militantes ligados a movimentos terroristas totalitários de Esquerda, socialistas-comunistas.

Ontem, a Dra. Damares Alves, assessora parlamentar do Dep. Arolde Azevedo (PSD-RJ), foi covardemente agredida e ameaçada por uma súcia de militantes gays enfurecidos. Tamanha ira se deve ao fato de que ontem, juntos, parlamentares cristãos (evangélicos e católicos), com o apoio incondicional dos manifestantes Pró-Vida e Pró-Família, ajudaram a enterrar os trechos do projeto do PNE (Plano Nacional da Educação) que tornavam obrigatórios o ensino da anticientífica Ideologia de Gênero desde o ensino primário (com crianças de 5 anos de idade).

Continue Lendo “Militantes gayzistas dizem: “Evangélicos devem ser exterminados””

A Ideologia do Gênero e os atentados contra a Família


Artigo escrito pelo Prof. Hermes Rodrigues Nery [1]. Recebido por e-mail.

Título original do artigo: “Ideologia de gênero deve ser combatida, pois visa destruir a família”.

***

A ideologia de gênero tornou-se uma ferramenta política e “um conceito-chave da reengenharia social anti-cristã para subverter o conceito de família”, como afirma o monsenhor Juan Cláudio Sanahuja. E mais, ele explica que “a ONU adota a perspectiva  de gênero no começo dos anos 90. Assim nos apresenta e quer impor-nos uma visão anti-natural de sexualidade de pronta-entrega, a serviço do prazer”.  E para isso surtir efeito, a médio prazo, faz-se necessário difundir nas escolas a ideologia de gênero, para quebrar as resistências contra a cultura que quer se impor. A educação sexual então está imbuída fortemente desta ideologia contrária à família, com uma visão reducionista da dimensão da pessoa humana. O fato é que existem somente duas identidades sexuais, daí a realidade humana na distinção “homem e mulher”. Institucionalizar uma outra situação fora desta realidade, verdadeiramente humana, é desconhecer com profundidade a essência e a natureza da pessoa humana, e mais ainda: agravar os fatores da violência contra o ser humano, em todos os aspectos. É despersonalizar o ser humano, deixando-o frágil e vulnerável a toda e qualquer violência.

Continue Lendo “A Ideologia do Gênero e os atentados contra a Família”

Sabotagem contra mim? Talvez. Mas, por quê?


Há, pelo menos, dois anos, o Dies Iræ vinha mantendo uma média de 200 a 300 acessos diários em visitas. No entanto, “estranhamente”, desde a publicação de uma certa postagem (sobre o ultraje de gayzistas e feministas contra símbolos católicos em julho de 2013, lembram?), o blog decaiu em número de visitas de forma espantosa e mais do que suspeita. Não somente os artigos polêmicos sofreram perdas significativas, mas também aqueles que, nesses últimos quatro últimos anos, vinham mostrando uma audiência constante em assuntos diversos.

(Clique na imagem para ampliar)

Suspeita de sabotagem do Google ao Dies Irae
Depois de denunciar a corja gayzista, apoiada pela presidente Dilma Rousseff, Dies Irae sofre vertiginosa perda de visitas, inédita em 4 anos de denúncias similares.

A queda nos números é mais do que estranha, na medida em que mais e mais acessos têm sido registrados e originados dos locais onde se situam os servidores do Google e do WordPress. Seria exagero da minha parte suspeitar de uma sabotagem por ordem dos gigantes que mandam na mídia? Eu acho que não, ainda mais sabendo que agências americanas e europeias de espionagem controlam totalmente o fluxo de informações em toda a internet. Isso tudo considerando que mais de 90% das visitas diárias, quando não em raras exceções (como em campanhas no Facebook), vinham do Google.

Não descarto mesmo a influência nefasta da Governança que comanda o Facebook que, inclusive, já anda policiando e, arbitrariamente, bloqueando vários usuários e páginas por criticarem abertamente o desgoverno de Dilma Rousseff e/ou a psicopatia da militância gayzista.

É claro que não me importo seriamente com isso, já que não dependo do blog para pagar minhas contas (nem pretendo). Mas, é lamentável constatar, de perto, que a liberdade de expressão nunca antes foi uma realidade tão ridícula e fedorenta, em todos os sentidos imagináveis, nos dias atuais!