Acerca de Gog e Magog


Há alguns dias, tomei conhecimento de uma obra épica de um escritor escocesa, publicada originalmente em 1819, que versa sobre tradições britânicas a respeito de dois nomes bem conhecidos dos estudiosos da Bíblia: Gog e Magog. Para você que pensa estar certo da suposta procedência desses míticos personagens, sugiro que conheça a obra descrita nesta postagem, mais adiante.

Continuar lendo “Acerca de Gog e Magog”

[ESPECIAL] A Besta: Apocalipse, microchips, Lei Marcial e a Nova Ordem Mundial


Hoje em dia, quando ouvimos falar de microchip, logo nos vêm à mente aqueles crentes alarmistas e fanáticos que repetem, quase como em mantras, os horrores do Apocalipse bíblico. Porém, deveríamos prestar mais atenção, pois esses peões das seitas cristãs são usados justamente para incutir um aspecto ridículo a fatos que, para além de representarem fábulas, são perigosamente reais. Como diria o título de Sidney Sheldon, representam um perigo real e imediato.

Continuar lendo “[ESPECIAL] A Besta: Apocalipse, microchips, Lei Marcial e a Nova Ordem Mundial”

A base ideológica do Terror e as Leis de Noé


Devido ao bom alcance obtido com a denúncia prévia de que já há sujeitos apoiando o Terrorismo e fazendo propaganda do ISIS e Boko Haram no Brasil, resolvi deixar para uma postagem separada a exposição sobre uma das bases ideológicas, senão a mais importante, para a aplicação da Sharia e do Terrorismo sobre nós, “infiéis”, a quem chamam de kuffar.

Continuar lendo “A base ideológica do Terror e as Leis de Noé”

A última prova


Antes da vinda de Cristo, a Igreja deverá passar por uma prova final, que abalará a fé de numerosos crentes (639). A perseguição, que acompanha a sua peregrinação na Terra (640), porá a descoberto o «mistério da iniquidade», sob a forma duma impostura religiosa, que trará aos homens uma solução aparente para os seus problemas, à custa da apostasia da Verdade. A suprema impostura religiosa é a do Anticristo, isto é, dum pseudo-messianismo em que o homem se glorifica a si mesmo, substituindo-se a Deus e ao Messias Encarnado (641).

Continuar lendo “A última prova”