Celestina, a futura República ao Sul do Brasil


Em 1992, um novo movimento independentista foi criado, a exemplos de dezenas de outros pelo mundo a fora. No Brasil, é um dos que pleiteiam a secessão de partes do território brasileiro para a formação de novos países. Se, pela letra da Constituição, tais proposições são ilegais, há fartos motivos para pensar que, ao contrário, são mais legítimos do que parecem.

Nesta postagem, proponho, ao movimento Sul é o meu País, alternativas que poderiam ajudar a dar forma consistente ao país nascente e inspirar mais respeito pelo ideal aos olhos da mídia e dos políticos.

%d blogueiros gostam disto: