As revoluções enquanto negócios


Nesses tempos em que as manifestações populares deixaram de surgir em favor de  uma causa e se tornaram fenômenos meramente midiáticos, ou mesmo da moda, seria útil nos perguntarmos até que ponto tais eventos são realmente espontâneos. Pois, um povo que diz exigir o cumprimento da lei não pode, ao mesmo tempo, se arrogar o direito imediato de infringir a própria lei.

Serão, então, essas manifestações um teste de para nossa percepção a fim de percebermos quão irracionais e incoerentes podem ser tais manifestantes? Hoje, estar do lado dos “oprimidos” é conveniente para aqueles que precisam de salvo-conduto para sair vandalizando tudo. Me perguntarão se, acaso, defendo os bancos e a integridade de suas agências bancárias? Não, o que eu defendo é a ordem pública e a não proliferação de maus exemplos aos jovens. Pois, se esses “manifestantes” vandalizam por “justiça”, o que não fariam se tivessem carta branca de verdade?

Continuar lendo “As revoluções enquanto negócios”

Marcha da Família com Deus e pela Liberdade - São Paulo, 22/03/2014

Marcha da Família com Deus e pela Liberdade


Como todo blog católico que se preze, o DIES IRÆ defende a Liberdade de Consciência e de culto religioso (a Deus). Isso implica, obviamente, na liberdade de optar prestar ou não culto a Deus, bem como professar (dentro dos limites do bom senso) sua posição política, desde que não faça apologia ao crime.

No entanto, várias correntes políticas, revolucionárias e sociopatas (mormente, as esquerdistas e laicistas radicais), vêm se apoderando, com apoio de graúdo capital internacional, das instituições nacionais com fins a distorcer os conceitos de crime e liberdade, relativizando-os e, logo em seguida, monopolizando-os.

Assim, estamos presenciando ultimamente uma verdadeira e blasfema cruzada contra a Verdadeira Religião, contra toda ideia que remeta a Cristo e as virtudes que cimentaram a Civilização Ocidental baseada na Família natural.

Continuar lendo “Marcha da Família com Deus e pela Liberdade”

DIES IRÆ - Cinegrafista da Band morto por rojão lançado por um Black Bloc

A Esquerda, os “Black Blocs” e o apoio ao crime


De tantos episódios lamentáveis que vêm ocorrendo desde o início das tais manifestações populares pelo Brasil afora, em 2013, podemos citar dois fatos recentes, perpetrados por terroristas mascarados que se infiltraram em protestos pacíficos. (Se bem que boa parte dos protestos que se dizem pacíficos são organizados atualmente por sindicatos e “movimentos sociais”, reincidentemente envolvidos em vandalismos.)

Ei-los:

  • Fato 1: Protesto contra a realização da Copa do Mundo de 2014, em SP, termina com Fusca, com uma família dentro, incendiado por “black blocs” (25/01/2014);
  • Fato 2: Cinegrafista da Band (Santiago Andrade, 49), atingido na cabeça por rojão lançado por um “black bloc” em 6 de fevereiro de 2014 durante manifestação no Rio, morre no dia 10 de fevereiro.

(Fontes das notícias no rodapé da postagem.)

***

.

Algumas palavras sobre a Esquerda brasileira

Bem, o que falar mais? Os fatos, por si só, já exprimem a essência das intenções dos organismos internacionais em relação ao Brasil. Mais à frente, falarei sobre isso.

Continuar lendo “A Esquerda, os “Black Blocs” e o apoio ao crime”