Em busca da Sublime Via


O Buscador da Verdade, em suas investigações, não raro, encontra-se imerso nas dúvidas que o assaltam tão logo ele perceba quão distante pode se achar a Fé Ideal dos atos reais dos seres humanos. De um lado, os ares de fábula do que dizem acerca de Cristo e de Maria, exaltado pela Igreja oficial; de outro, a marcante presença do mesmo Cristo Real, chegando a ser até mesmo atraente ao mais feroz dos céticos.

Andiamo!

Sobre as Penas Eternas


É certo que a Palavra (Verbo) de Deus é imutável. Mas, quê fizeram dos ensinamentos de seu Filho os alegados Apóstolos deste, ensinamentos aqueles que, ao tempo de sua Paixão, ainda não poderiam ser totalmente expostos? Foram eles fiéis a tudo o que o Mestre ordenou ou sucumbiram aos próprios enganos?

Brasa no peito


Brasa no peito. É o que sentimos terem posto em nós quando vemos imagens como essa acima. E por que?

Por que sentimos essa emoção, essa saudade? Sentimos essa falta do Cristo nessa imagem porque é aquele nosso Destino: servirmos uns aos outros. Aliás, talvez esse seja o Destino de toda espécie em evolução, a saber, o de servir cada um ao outro para que sejam todos Um com o Criador. Todos iguais na origem, diferentes na forma, semelhantes no Destino.

Dois mil anos de Igreja ilustrados por um menino


“Deixai vir a mim as criancinhas; não as impeçais, pois delas é o Reino de Deus.” (Lc 18,16)

Numa época em que os pais são espancados pelos próprios filhos, em que as mães não esperam suas crias nascerem para as assassinarem friamente, é emocionante testemunhar que a Tradição da Igreja vive nas Famílias, unindo pais e filhos na Força do Amor e da Fé.

Abaixo, um exemplo que me deixou com lágrimas nos olhos e, ao mesmo tempo, com vergonha de termos tantos sacerdotes que celebram o Santo Sacrifício com menos Fé que esse menino, no vídeo seguinte. Esperançoso — acima de tudo —, é como eu fico. Esperança de que, verdadeiramente, as crianças venham manifestar, ainda que de forma efêmera, o Reino dos Céus em nosso meio, assim como fez o Menino Jesus.

%d blogueiros gostam disto: