Bélgica deve legalizar a eutanásia de crianças

Bélgica prepara-se para legalizar eutanásia de crianças


Sim, a Bélgica, tão pioneira no que há de pior nos costumes, prepara-se para aprovar, na próxima quinta-feira, 13, a possibilidade legal de os pais outorgarem a eutanásia a crianças (sim, de decretarem sua morte “piedosa”), de 12 anos de idade em diante, com doenças incuráveis e/ou terminais.

Há quem tente justificar esse ato como sinal de “caridade”, até mesmo cristã (pasmem!), para com a criança em sofrimento. Mas, quem de nós já há visto alguma criança a pedir para morrer, mesmo em situações tão pungentes e sob sofrimentos atrozes?

Não são elas, justamente as crianças, os repositórios de Esperança por um mundo melhor? Quando calarem a voz (ou induzirem a calar-se) de uma criança diante do sofrimento normal da Vida humana, quem de nós ainda terá inspiração para lutar por sua própria Vida, já tão obliterada pela falta de alegria, de beleza e Fé? Quão humana essa criança ainda vai ser, de fato? E que vestígios de humanidade ainda terão seus pais, e nós?

Continuar lendo “Bélgica prepara-se para legalizar eutanásia de crianças”

Blood Money: o documentário mais esperado de 2013


Blood Money, a mentira e a indústria do Aborto

Blood Money: o Aborto legalizado

Blood Money [em tradução livre do inglês, “Dinheiro de Sangue”] é um documentário que mostra todas as faces da indústria do aborto nos EUA [e, por extensão, no mundo inteiro], que rende bilhões de dólares às clínicas abortistas, às ONGs de “direitos humanos” e aos movimentos feministas.

Não vou me deter aqui na discussão e demonstração sobre o caráter criminoso, covarde e homicida do aborto, seja por parte das mães, das máfias políticas que o sustentam e propagam. Nestes artigos, exponho de forma suficiente os motivos de o aborto ser tido não somente como mal moral, mas como crime contra a humanidade. Qualquer pessoa que não leve aquelas evidências em consideração está, provavelmente, com algum distúrbio cognitivo ou de sensibilidade.

Continuar lendo “Blood Money: o documentário mais esperado de 2013”

PT e Ditadura Cubana: ambos são traficantes de escravos!


Médico cubano, radicado há 12 anos no Brasil, desce a lenha no des-governo de Dilma Rousseff e expõe Ministro da Saúde ao ridículo proferido por este. Denúncias sérias contra o Programa Mais Médicos são arremessadas em riste dos deputados como merda no ventilador, demonstrando a situação humilhante pela qual os médicos cubanos passam em seu país.

Entre os destaques, podemos citar quando o médico em questão desmente o Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, após este ter se referido ao governo cubano como democrático, contestando-o e dizendo que Cuba vive numa ditadura sangrenta. Mas, o que mais poderia vir de um “ministro” cujo diploma é considerado falso?

Também alertou que, sim, os médicos cubanos estão muito felizes de vir trabalhar no Brasil por poder ganhar aqui, durante algum tempo, 300 dólares por mês, enquanto em Cuba seu vínculo como escravos empregatício lhes rende de 60 a 70 reais mensais por uma jornada de, no mínimo, 60 horas por semana.

O que dizer de um partido (PT) que, aqui no Brasil organiza e financia manifestações pela redução de 20 centavos na passagem e diz defender os direitos dos trabalhadores mas que não faz nada para pressionar a ditadura de um país nanico a respeitar os direitos humanos de seus trabalhadores escravos?? Conclusão: só “defendem” os trabalhadores se quem estiver no poder não for um dos seus correligionários. Se for um deles, então ainda mais apoiam, desavergonhadamente, a exploração do homem pelo homem, dos pobres por carniceiros comunistas.

Abaixo, o vídeo com seu depoimento na Câmara dos De-puta-dos: