Dilma Rousseff e sua obsessão pelo Aborto

PT: A SÉIRE

A presidente Dilma Rousseff, hoje, foi mais presidente do que candidata“, comentou uma jornalista num jornal da Globo News agora à noite, referindo-se à sua vergonhosa sanção, sem vetos, do PLC 03/2013. Na prática, deixa-se brechas para o aborto em casos não previstos em Lei, já que o conceito de violência sexual não é determinado pela lei, substituindo tal conceito pela vaga expressão “relações sexuais não consentidas”.

Dies Irae | Dilma, a mentirosa, sanciona lei que abre brechas ao aborto!

Não, Dilma Rousseff não agiu como presidente dos brasileiros, mas como mercenária da ONU e psicopata, ideologicamente infectada pelo vírus comunista. Se fosse presidente dos brasileiros, teria levado em conta a esmagadora rejeição ao aborto da maioria da população. Se fosse presidente, não teria permitido que seus asseclas abortistas tivessem composto um projeto de lei que fere a Constituição e usa de sutilezas semânticas mal elaboradas para ludibriar os parlamentares e enganar os idiotas úteis, frouxos e covardes, do setor politicamente “correto”.

Poderia listar todas as flagrantes inconstitucionalidades contidas no texto da famigerada lei, mas vou citar apenas uma:

Continue Lendo “Dilma Rousseff e sua obsessão pelo Aborto”

Escreveu, não leu… e foi eleito!


É isso aí: não bastasse tudo que temos presenciado nesse circo de horrores que é a Politicalha Brasileira, essa xanxada ridícula, agora vimos o inteligentíssimo povo brasileiro exercendo de forma magnífica (!!!) seu poder de voto. Elegeram o Tiririca como candidato mais votado para a Câmara Federal.

 

Tiririca, o Bobo-da-Corte

O Poder Judiciário tentou salvar a parada, a honra do pleito eleitoral, mas não adiantou muito; de forma, no mínimo, contestável, Tiririca “provou” que sabe ler e escrever. Mas, saber ler e escrever garante que alguém esteja preparado para legislar?? Sim, um deputado federal é eleito a ser um legislador para a Nação. O Congresso Nacional não é apenas um Circo Politiqueiro, onde jogos de interesses oligárquicos são confrontados. É o Templo de Representação da Coletividade Nacional… é onde se congregam os representantes das Unidades da Federação!!

Na minha leiga opinião, para legislar um cidadão, além de ser brasileiro e outras prerrogativas, deveria, em primeiro lugar, ter noções básicas de Direito e Cidadania. Aprender a ouvir e estar preparado para falar diante das mais variadas seções da sociedade, assim podendo sintetizar e idealizar a Vontade da maioria.

Mas, o que fazer, se a vontade da maioria é que não lhes saibam representar?? Posso deduzir, por isso, que a maior parte do povo não se importa em que lhes ouçam as verdadeiras e essenciais demandas sociais, mas apenas cumprir uma obrigação cível de votar ou usar a faculdade eletiva para protestar. O que poucas dessas pessoas que votaram por protesto em Tiririca não sabem é que junto dele, elegeram mais quatro (4) candidatos que talvez nunca tenham ouvido falar!

No passado, quando a educação era mesmo artigo de luxo, tornava-se compreensível que se fizesse acessível a representação do Povo aos que menos tivessem educação, para fortalecer efetivamente a Representatividade popular. Mas hoje, quando a educação tornou-se algo menos inatingível, mais acessível a todos, aceitar que um analfabeto, sem nenhuma experiência em representação social e mobilização por direitos da coletividade, sem qualquer noção das Leis que regem a República, seja investido de um mandato  nacional é de uma inconsciência arrebatadora!!

Não defendo que todos, indistintamente, tenham que ser formados em profissões nobres, nem privilegio as mesmas profissões. Um artista pode mesmo ser deputado, mas o que o tal artista fez para engrandecer a cultura do país?? Foi formador de opinião, ou ajudou a  fragmentá-la? Lutou e esteve atuante em alguma causa coletiva, ou legislará em causa própria?

Temos exemplos fartos de que deputados e senadores, em sua maioria, não possuem os mínimos rudimentos de atualidades brasileiras. No programa CQC, da Band, certa vez, vários congressistas foram entrevistados, e surpreendidos, sem que soubessem responder quando perguntados sobre a capital de Cuba ou o significado da palavra República. Como legislarão para a República, se nem sabem o que é uma República?? Quem dirá se perguntados sobre os primeiros artigos da Constituição Federal!!

O Presidente Lula é uma das raras exceções à regra, já que, mesmo aproximando-se de sua primeira eleição sendo um semi-analfabeto, tinha muita vivência social por todo o país, e conhecia de perto as demandas nacionais, embora imbuído de visões comunistas arcaicas.

Mas como aceitar um analfabeto no Congresso?? Isso é sinal de como o povo deseja erradicar o analfabetismo do país, elegendo um analfabeto que nada saberá fazer no Congresso, além de ser o bobo-mor da Côrte da Sacanagem!!

 

 

Eleições 2010 e Eventos Psicodélicos


Ainda há muitos patriotas (os quais eu respeito) que nos exortam a não “jogar nosso voto no lixo”, assinalando NULO. Mas, como não enlouquecer, ficar instável, quando nos deparamos com tantos eventos burlescos na Politicalha Nacional? Há um certo entorpecimento mental, um relaxamento moral, às vezes forçoso, que nos chega pelos meios de comunicação, e originada pela agressividade dos agentes que deveriam (e muitas vezes são, no mal sentido) exemplos para a sociedade.

Almejar uma saúde mental nacional, uma vida de paz nas ruas, sendo que não conseguimos parar o estardalhaço que a perplexidade nos causa são ideais quase que unânimes hoje em dia. Não sei se isso (a doideira coletiva) é intencional, por desejo das elites, ou natural mesmo, tendo em vista os eventos psicodélicos que vivemos todos os dias. A Martha Suplicy falava pra gente relaxar e gozar. Isso seria um paliativo para as dores sociais por que passa a Mãe Gentil?


Se o estupro é iminente…relaxe e goze!

Se o salário mínimo só dá pra comprar comida…relaxe e engula!

Se os ladrões criaram esse país, e o controlam…relaxe e pague o imposto (por existir)!

Se o voto é obrigatório…relaxe e vote (nulo ou não)!

Se a educação é um porcaria…relaxe e estude a coxa da vizinha!

Se a bala que nos mata é perdida…relaxe e ache uma granada!

Se o Tiririca não sabe ler, e se eleger…relaxe – a maioria também não sabe –, e aprenda a ler melhor!

Se quem você elegeu rir de você, e te chamar de pé-rapado…relaxe, vire as costas, e mande uma banana pra ele (pra ele enfiar em si mesmo, onde quiser).


alt


Realmente, depois de mensalões, mensalinhos, dólares na cueca, assassinatos, espionagem, boate virando igreja e igreja virando boate (sábio Zeca Baleiro) e toda a fauna de espécies de corruptídeos infestando nosso país, posso dizer que parece o fim do mundo. Vamos sentar e assistir ao glorioso fim dessa palhaçada chamada democracia. Até a Esperança está de malas prontas para o Universo Paralelo. O Amor é artigo supérfluo e a tinta de cabelo é de primeira necessidade. A caridade não se mostra, pois quem deve abrir os olhos, ou dorme de preguiça ,ou coça-os, fingindo não ser consigo.

A honestidade é demodê, a virtude é do vidro de carro mais fumê e a candidata guerrilheira é dejavù. Cansei de tentar entender o que se passa no Brasil. É uma sequência tão irracional de coisas surreais, perpassando nossas retinas diariamente, que não consigo mais filtrar o que vale a pena ver e lembrar. A capacidade de discernimento e individuação perdem-se com tanta hipnose coletiva. Somos tão apertados, e de tal forma oprimidos, contra os acontecimentos que nos assombram que quase nos vemos como um gado, simples gado, com destino certo: a servidão e a aniquilação.

Sintomas de medo são esses do último parágrafo. Nos indicarão barbitúricos ou aquela cerveja barata, com som pseudo-pop e leitura de caderno de esportes.

Isso tudo é inacreditável!! E o senhor, doutor?!? Acredita?


Lula e Sérgio Cabral: Otários, sacanas e burgueses são vocês!!


O título é apenas o uso de meu direito de resposta, como cidadão brasileiro, ao vídeo que demonstra bem o respeito e espírito “desportivo”  do governador do Rio,  Sérgio Cabral Filho, e do Presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva.

Foi visitando o blog de minha amiga, Mirna Cavalcanti, que presenciei as cenas a seguir, amplamente divulgadas no YouTube. Depois, também, vi que já constava dos arquivos do KibeLoco.

São cenas tão grotescas, que me causaram tanta repugnância, que realmente prefiro me eximir de responder apropriadamente àqueles senhores que se dizem representantes do povo. Se eles são, legitimamente (falo de Consciência, agora), representantes do Povo, então esse Povo, além de burro, é otário e sacana, tais como mostram ser aqueles senhores, pela forma grosseira com que tratam aquele menino do vídeo, o Leandro, e por tabela, todo o Povo Brasileiro.

O vídeo polêmico em questão refere-se à inauguração de um complexo esportivo no Rio de Janeiro, que contava com a presença anunciadas de Lula e Sérgio Cabral, mas também de Dilma Roussef, que não aparece no vídeo, mas que é referida segundo fontes seguras, em links supracitados.