Categorias
Ensaios Filosofia

Direito: proteção ou intervencionismo?


Num cenário de expansão do que chamamos democracia, as massas, mimadas pelas comodidades, aparentemente gratuitas, da era tecnológica, distorceram a noção de direito, como se este fosse uma forma mágica de satisfazer suas necessidades subjetivas como se fossem fundamentais. Afinal, que distorção seria aquela?

Categorias
Blogosfera Comportamento Conspirações Ensaios Política

Olavo de Carvalho: fundador de uma seita fanática


Para quem não sabe, eu já fui seguidor do pseudo-guru e astrólogo fracassado Olavo de Carvalho. Inclusive, já citei várias de suas falas oportunistas aqui, nesse espaço. Não apaguei nem uma citação dele, sequer, por pura honestidade e vergonha na cara (características ignoradas por aquele sujeito). No entanto, é constrangedor admitir que já dei ouvidos ao Olavo.

Porém, como as pessoas tendem a evoluir intelectualmente (e moralmente, também), eu consegui enxergar, munido de alguma lucidez que me restava, o perfil maquiavélico e cínico do esmoler da Virgínia. Esta postagem é direcionada a você, que já se sentiu enganado(a) pelo falso vidente Olavo ou que, desgraçadamente, ainda o segue.

Categorias
Brasil Conscientização Conspirações Ensaios Política Revoltante

Dia de quê, mesmo? Independência?


Há muito tempo que articulistas na internet têm dificuldades em falar sobre algo ameno. Sintomático: assuntos tensos sempre nos chamam mais a atenção, nos deixam mais alertas, principalmente quando o que está em jogo é a manutenção de nosso precário projeto de civilização. Quando falamos em independência, então, sentimos vontade de chorar. E choramos, perplexos, olhos arregalam-se. Pausa para respirar.

Categorias
Brasil Conscientização Conspirações Economia Política

Liberdade econômica é uma balela


(Aos liberais que vierem me trolar, quero dizer que o que segue são apenas apontamentos, comentários. Prometo, a qualquer hora dessas, dedicar uma ou duas horas a sistematizar meus argumentos.)

Não se enganem: nada disso que vem acontecendo no Brasil nos últimos anos – nem os escândalos de corrupção, nem as denúncias que os escancararam – foi à toa. Todos os partidos agem sob uma mesma batuta estrangeira, com auxiliares fiéis e mercenários deste solo, tanto da chamada Esquerda como da Direita. A estratégia é: a Esquerda escandaliza o povo com leis e gestão bizarras, a Mídia prepara um clima de instabilidade (e lucra com os dois lados) e o povo, anestesiado e faminto, exige a volta das quadrilhas engravatadas e liberais da Direita.