O Diabo é protestante (imperdível)


Num terreiro cristista mais próximo de você, a certeza de que o Protestantismo, bem como seus fétidos frutos, é diabólico. Assista ao vídeo abaixo. Ele foi filmado em Manaus, na “igreja” Assembleia de Deus Ministério Madureira.

Após assistir, você poderá me dizer se aquilo é:

Continue lendo “O Diabo é protestante (imperdível)”

Ebrael Shaddai | Vislumbres do Passado

Vislumbres do Passado: Minha experiência com Terapia de Vidas Passadas


No limiar da maldade


Esta semana, estive em uma sessão espírita da casa de Umbanda que frequento, entre idas e voltas, há uns 16 anos. Lá, a mãe Terezinha, sentada no “toco” da Vó Luiza, nos contava sobre um fato que ainda chocaria a muitos de nós. E me chocou, mesmo! Ela falava que na semana anteriior, ela descobriu que colocaram o nome dela dentro da boca costurada de um gato que foi seviciado (torturado) e cozido num caldeirão de magia negra.

Sacrifícios de animais: um crime contra a Natureza e renúncia à Razão!

Esse fato, obviamente, me revoltou. Senti uma repulsa imensa, uma tristeza lacerante, uma náusea que demorou a passar. Essa imagem em minha mente já causara um nojo tremendo, imagine o que não suscitaria o fato em si, e o sofrimento do animal. Para quem não sabe, tenho dois amigos gatos que crio. por aí, já vê-se como eu me senti…  Continue lendo “No limiar da maldade”

caduceu palacio cruz e souza

Símbolos Maçônicos no Palácio Cruz e Souza


Qual o nexo entre as fotos abaixo?

Essas três fotos foram tiradas de meu celular dentro do Museu Histórico de Santa Catarina (Palácio Cruz e Souza), situado ao lado da Praça XV de Novembro, no Centro de Florianópolis, SC. A foto do exterior do prédio – prefiro já dizer – é retirada do Google Images para ilustrar o local.

A simbologia maçônica está espalhada por todos os cantos da construção. Desde a quantidade de degraus da escada que leva ao pavimento superior (em número de 30), somados aos três assentos da sala de estar onde acabam as escadas (os três graus máximo da Ordem Maçônica conhecida), de costas para o Leste, guardados na entrada de tal sala por duas estátuas de soldados Guardiões, tudo remete à Simbologia Maçônica.

Também há o soalho de mármore em quadriculados pretos e brancos, mais que típicos de lojas maçônicas, logo à entrada do belo prédio. Mas, o que mais me impressionou foi flagrar o Caduceu nas mãos dos Gêmeos (que, astrologicamente, são regidos por Mercúrio-Hermes), cuja origem nos remete ao cetro de Enki, um dos principais deuses sumérios e, segundo as lendas destes, criador do ser humano como é conhecido hoje. Agora, pergunto: qual a ligação entre maçons, Mercúrio, Enki e os segredos por trás da “criação” do Homem.  E por que este símbolo, o caduceu, além das estrelas de oito pontas, está presente num museu histórico de uma região sem nenhuma conexão com gregos e sumérios?

Infelizmente, não pude tirar mais fotos, pois a bateria de meu celular descarregou. A última foto é uma imagem extraída do Google Images para retratar o exterior do dito Museu.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.