Lula, espantalho de Bolsonaro


Ao contrário da postagem anterior, esta será breve e direta. Sim, as ideias a seguir podem parecer improváveis. Mas, a improbabilidade, no Brasil, é algo corriqueiro. Do primeiro presidente, após a Constituição, ao último, tudo era improvável.

Continuar lendo “Lula, espantalho de Bolsonaro”

A contaminação fanática


O Fanatismo está, no senso comum, ligado às ideologias religiosas, na maioria das ocorrências em que é mencionado publicamente. Mas, será mesmo que a Religião é a origem do Fanatismo? Se sim, então, poderíamos dizer, acaso, que o fim do Fanatismo passa pela extinção das Religiões? Vejamos adiante.

Continuar lendo “A contaminação fanática”

Olavo de Carvalho: fundador de uma seita fanática


Para quem não sabe, eu já fui seguidor do pseudo-guru e astrólogo fracassado Olavo de Carvalho. Inclusive, já citei várias de suas falas oportunistas aqui, nesse espaço. Não apaguei nem uma citação dele, sequer, por pura honestidade e vergonha na cara (características ignoradas por aquele sujeito). No entanto, é constrangedor admitir que já dei ouvidos ao Olavo.

Porém, como as pessoas tendem a evoluir intelectualmente (e moralmente, também), eu consegui enxergar, munido de alguma lucidez que me restava, o perfil maquiavélico e cínico do esmoler da Virgínia. Esta postagem é direcionada a você, que já se sentiu enganado(a) pelo falso vidente Olavo ou que, desgraçadamente, ainda o segue.

Continuar lendo “Olavo de Carvalho: fundador de uma seita fanática”

Quando acaba, o maluco sou eu!


Vivemos numa sociedade. Isso nos faz supor que as impressões captadas e tidas como verdadeiras por outras pessoas, assim como as captadas por nós mesmos, afetam nossos paradigmas. Se nossos semelhantes começam a crer em coisas que, evidentemente, contradizem a Lógica, há a tendência de absorvermos o estresse dessas contradições.

Continuar lendo “Quando acaba, o maluco sou eu!”