Categorias
Brasil Conspirações Gonorreia Mental Internacional Política Posts com Vídeos Revoltante

Quando acaba, o maluco sou eu!


Vivemos numa sociedade. Isso nos faz supor que as impressões captadas e tidas como verdadeiras por outras pessoas, assim como as captadas por nós mesmos, afetam nossos paradigmas. Se nossos semelhantes começam a crer em coisas que, evidentemente, contradizem a Lógica, há a tendência de absorvermos o estresse dessas contradições.

Categorias
Comportamento Crônicas Gonorreia Mental Posts com Vídeos Religiao

O Apocalipse da Miséria


Dizem as sempre vivas bocas esquizofrênicas que a Humanidade está à beira de transformações profundas, como em “dores de parto”. Ora, estamos a presenciar dores de parto ou prisão de ventre? Sim, esse tal Apocalipse parece que nunca começa. Só faz barulho, mas sair algo desse buraco, que seria bom, não sai coisa alguma.

Categorias
Autoconhecimento Comportamento Ensaios Psicologia Reflexões

De invídia (Sobre a Inveja)


Este é um tema deveras amplo para ser tratado assim, numa única postagem. Podemos, no entanto, tentar traçar algumas linhas gerais. Toda a realidade da inveja é cercada por uma viscosidade chocante, repugnante. O próprio ser tomado pela inveja se torna um barril de sebo ambulante e ele mesmo, o doente, reconhece-se como tal e busca, no fim das contas, esconder-se. Falemos sobre a Inveja, então, começando com uma citação minha:

Categorias
Autoconhecimento Comportamento Crônicas Ensaios ESPIRITUALIDADE Memórias Misticismo Reflexões

Sobre o Silêncio e alguns devaneios


Não! Se me perguntarem se a Vida cansa, direi que a Vida não representa um fardo. É o Mundo que, nos aproximando mais e mais uns dos outros, torna meio carregado o ar ao nosso redor. A interação, esses entre-choques com os outros (sempre os outros), nos custam um tempo precioso para que nos estabilizemos e nos controlemos.

Entretanto, retornar ao combate diário pelo silêncio interior, necessário ao repouso da Mente e à reflexão, tornou-se tarefa quase impraticável nos dias de hoje. É no silêncio que, se alcançado em um nível mínimo, nos permitiria varrer da mente aquilo que a contamina e nos prende, tiranicamente. Nobres metas sempre estão a ceder lugar a pensamentos fortuitos, desejos prementes e necessidades imediatas. Concebemos esses pensamentos inúteis como filhos mimados a nos aporrinhar, dia a dia.