Marxismo: repulsa pela homossexualidade e instrumentalização


Aos gays que militam em hordas marxistas, é bom que vejam se o cartaz abaixo não contém alguma contradição. Seria interessante que lessem o que os ídolos desses partidos de Esquerda falavam e escreveram a respeito dos homossexuais. É realmente deplorável a forma como os homossexuais estão se deixando manipular e instrumentalizar por essas corjas de vagabundos da Esquerda, fazendo o seu jogo de conflito contra os conservadores.

Marx, Engels e os gaysObviamente, como veremos nas referências abaixo, o que vemos é que estão todos os gays sendo utilizados como massa de manobra política no enfrentamento comunista ao Cristianismo. O motivo é simples: a Família nuclear, com seus herdeiros e seu sistema de valores, é a base da propriedade privada, inclusive dos gays. Com a desestruturação da Família natural, as propriedades perdem sua proteção contra um Estado totalitário e confiscador. Os gays não percebem que, tão logo os comunistas detenham o poder sobre a Economia e o controle social, qualquer voz dissonante, inclusive a deles, será calada à força. Hoje em dia, mesmo com as posições cristãs contrárias ao seu estilo de vida, eles têm seus direitos já reafirmados na Constituição Federal.

Porém, continuar exigindo direitos de exceção, seguindo uma práxis totalitária marxista contra os outros estratos da sociedade, só enfraquecerá a própria sociedade e a escancarará para que se faça aqui o que se faz na Venezuela e em todos os países que adotam modelos de Esquerda: censura, violência por parte do Estado, concentração de renda nas mãos de burocratas e mafiosos, bem como o extenso empobrecimento de toda a população, perda do direito à auto-defesa com desarmamento, etc.

Ainda sentirão saudade da Igreja, que só vedava a celebração de uniões entre gays da porta da Igreja para dentro. Apoiando Fidel Castro, verão que Cuba era o paraíso dos “homofóbicos”, com direito a paredón de fuzilamento e campos de concentração também reservados para homossexuais.

Abaixo, cito excertos de um artigo na Wikipedia, intitulado Socialismo e Direitos Gays:

Continue lendo “Marxismo: repulsa pela homossexualidade e instrumentalização”

Blood Money: o documentário mais esperado do ano!


Blood Money, a mentira e a indústria do Aborto

Blood Money: o Aborto legalizado

Blood Money [em tradução livre do inglês, “Dinheiro de Sangue”] é um documentário que mostra todas as faces da indústria do aborto nos EUA [e, por extensão, no mundo inteiro], que rende bilhões de dólares às clínicas abortistas, às ONGs de “direitos humanos” e aos movimentos feministas.

Não vou me deter aqui na discussão e demonstração sobre o caráter criminoso, covarde e homicida do aborto, seja por parte das mães, das máfias políticas que o sustentam e propagam. Nestes artigos, exponho de forma suficiente os motivos de o aborto ser tido não somente como mal moral, mas como crime contra a humanidade. Qualquer pessoa que não leve aquelas evidências em consideração está, provavelmente, com algum distúrbio cognitivo ou de sensibilidade.

Continue lendo “Blood Money: o documentário mais esperado do ano!”

PT: A SÉIRE

Dilma Rousseff e sua obsessão pelo Aborto


A presidente Dilma Rousseff, hoje, foi mais presidente do que candidata“, comentou uma jornalista num jornal da Globo News agora à noite, referindo-se à sua vergonhosa sanção, sem vetos, do PLC 03/2013. Na prática, deixa-se brechas para o aborto em casos não previstos em Lei, já que o conceito de violência sexual não é determinado pela lei, substituindo tal conceito pela vaga expressão “relações sexuais não consentidas”.

Dies Irae | Dilma, a mentirosa, sanciona lei que abre brechas ao aborto!

Não, Dilma Rousseff não agiu como presidente dos brasileiros, mas como mercenária da ONU e psicopata, ideologicamente infectada pelo vírus comunista. Se fosse presidente dos brasileiros, teria levado em conta a esmagadora rejeição ao aborto da maioria da população. Se fosse presidente, não teria permitido que seus asseclas abortistas tivessem composto um projeto de lei que fere a Constituição e usa de sutilezas semânticas mal elaboradas para ludibriar os parlamentares e enganar os idiotas úteis, frouxos e covardes, do setor politicamente “correto”.

Poderia listar todas as flagrantes inconstitucionalidades contidas no texto da famigerada lei, mas vou citar apenas uma:

Continue lendo “Dilma Rousseff e sua obsessão pelo Aborto”

Militantes gays e feministas em sua intolerância: quem vai preso?


Estou entrando com representação junto à Ouvidoria do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro pela manifestação de intolerância religiosa e atentado violento ao pudor cometida por um bando de criminosos cristofóbicos e racistas altamente preconceituosos, composto principalmente de militantes gays e feministas da Marcha das Vadias (ou seriam vadias em marcha??).

A manifestação criminosa aconteceu durante a Jornada Mundial da Juventude, em praça pública, na praia de Copacabana, diante de todos os passantes. Realizou-se ultraje explícito aos símbolos de Fé de milhões de brasileiros em cenas de bizarrice e retardo mental flagrante.

Continue lendo “Militantes gays e feministas em sua intolerância: quem vai preso?”