Potenciais estupradores?


Ao contrário do que muitos podem pensar pelo título, hoje não vou comentar o caso da garota que acordou com trinta e poucos caras sobre ela. Isso é assunto para a Polícia do Rio de Janeiro e da Justiça (??) daquele Estado. Meu foco hoje é a polêmica fala de algumas feministas (e simpatizantes), dizendo que vivemos em uma “cultura do estupro” e que “todos os homens são potenciais estupradores“.

Continuar lendo “Potenciais estupradores?”

Clérigo muçulmano no Brasil ensina como bater em esposas


Cadê as campanhas da Globo contra esses escândalos? Cadê a Rede Record para detalhar a pedofilia do Profeta Maomé, que estuprou sua “esposa” de nove anos de idade? Onde está a Maria do Rosário, que não aparece para defender as muçulmanas?

Cadê, enfim, as VADIAS feministas a gritarem para que tirem os suaks de suas vaginas? Onde estão Jean Wyllys e os gayzistas a descerem o pau nas mesquitas, fazendo seu showzinho patético? Onde está Serginho Groismann e a ralé dos programas da Globo a fazerem críticas aos muçulmanos?

Cito abaixo, e reitero, o que eu disse em comentário à postagem da amiga Lúcia Lopes com essa denúncia:

Continuar lendo “Clérigo muçulmano no Brasil ensina como bater em esposas”

Repudio o estupro, mas também a falta de vergonha na cara!


Bem, tudo tem limite nessa vida. Não defendo o estupro nem qualquer desrespeito, mas falta, sim, prudência a uma boa porção de mulheres por aí. Mulheres que se cobrem como vadias, com um pedaço de pano que mal esconde a vagina (vulgo, “perseguida”) ou com calças cuja única serventia é visualizar o útero, não têm moral para ficar reclamando de falta de respeito alheio ou surtar por indignação ao serem bolinadas.

As mulheres que se dão ao respeito – aquelas que são de respeito – e deixam isso bem claro pela roupa que usam, pelas palavras que saem de suas bocas e pelo que fazem para crescer na Vida, é que têm moral pra exigir respeito. E a maioria das mulheres são assim. Mas…

Aquelas que se comportam como putas, putas são e como putas serão tratadas por homens que acharam seus pênis na lixeira. Nesse caso, temos fingidas de um lado e jumentos energúmenos de outro.

Sem vergonha na cara, não tem jeito!

PT: A SÉIRE

Dilma Rousseff e sua obsessão pelo Aborto


A presidente Dilma Rousseff, hoje, foi mais presidente do que candidata“, comentou uma jornalista num jornal da Globo News agora à noite, referindo-se à sua vergonhosa sanção, sem vetos, do PLC 03/2013. Na prática, deixa-se brechas para o aborto em casos não previstos em Lei, já que o conceito de violência sexual não é determinado pela lei, substituindo tal conceito pela vaga expressão “relações sexuais não consentidas”.

Dies Irae | Dilma, a mentirosa, sanciona lei que abre brechas ao aborto!

Não, Dilma Rousseff não agiu como presidente dos brasileiros, mas como mercenária da ONU e psicopata, ideologicamente infectada pelo vírus comunista. Se fosse presidente dos brasileiros, teria levado em conta a esmagadora rejeição ao aborto da maioria da população. Se fosse presidente, não teria permitido que seus asseclas abortistas tivessem composto um projeto de lei que fere a Constituição e usa de sutilezas semânticas mal elaboradas para ludibriar os parlamentares e enganar os idiotas úteis, frouxos e covardes, do setor politicamente “correto”.

Poderia listar todas as flagrantes inconstitucionalidades contidas no texto da famigerada lei, mas vou citar apenas uma:

Continuar lendo “Dilma Rousseff e sua obsessão pelo Aborto”