Lúcifer


Muitos terão chegado a essa postagem e a descartarão, de antemão. Alguns, por falta de interesse ou preconceito; outros, por medo subsconsciente. Lembram de quando nos metiam medo, na adolescência, dizendo que a menina poderia engravidar através de um simples beijo na boca? Pois então, assim foi com o nome Lúcifer.

Mas, afinal, quem (ou o que) é Lúcifer? Será o rei dos diabos? Um anjo, uma força, um símbolo, um planeta? Vejamos abaixo.

Continuar lendo Lúcifer

Crepúsculo da Água e do Fogo


És como um um lago, a cujas águas não posso resistir. Afundo, então, perplexo, sem que quaisquer de meus espasmos, em meio ao volume de teus soluços, consigam se fazer ouvir.

Continuar lendo Crepúsculo da Água e do Fogo

Leão XIII e o Exorcismo de São Miguel Arcanjo


O primeiro nome citado no título refere-se a Vincenzo Gioacchino Raffaele Luigi Pecci Prosperi Buzzi, nascido em Carpineto Romano, Itália, a 2 de março de 1810, tendo sido ordenado sacerdote católico em 31 de dezembro de 1837. Foi eleito Pontífice da Cristandade em 20 de fevereiro de 1876, assumindo o nome de Leão XIII, assim permanecendo até sua morte em Roma, a 20 de julho de 1903.

Leão XIIIConhecido por seu intenso zelo católico e apostólico, notabilizou-se também por sua austeridade e devoção a São Miguel Arcanjo, bem como por suas encíclicas, nas quais aponta, de forma inequívoca, as falhas fundamentais do Capitalismo liberal e o aspecto intrinsecamente satânico do Comunismo. Dentre tantas obras de apostolado e catequese escritas por Sua Santidade, Leão XIII, destaco uma que me é muito cara e preciosa: o Exorcismo sob a invocação de São Miguel Arcanjo, Príncipe da Milícia Celeste e Servo dos Servos de Deus.

Em certa manhã, estava S. S. Leão XIII em contemplação diante do Altar da Eucaristia quando, repentinamente, mudaram-se suas feições bruscamente, segundo testemunhas que acorreram ao então Papa. Este fechou-se em seu gabinete particular e escreveu, sofregamente, o texto do Exorcismo que segue abaixo, que está contido no documento Acta Sanctæ Sedis, vol. XXIII, da página 743 à 746.

Segundo alguns, este Exorcismo pode ser rezado tanto por leigos como por sacerdotes. Na verdade, estes últimos deveriam-no saber de cor, já que Leão XIII havia determinado que ele deveria ser executado logo antes de realizarem-se as celebrações do Santo Sacrifício da Missa como forma de afastar a influência de Satanás e seus anjos rebeldes.

Abaixo, o texto original em latim e, em seguida, sua tradução em português (versão e adaptação de minha autoria):

Continuar lendo Leão XIII e o Exorcismo de São Miguel Arcanjo

Fundamentalmente, Maçonaria e Judaísmo coincidem


“Todo o espírito da Maçonaria é o mesmo do judaísmo, em suas crenças mais elementares, suas idéias, sua linguagem e principalmente em sua organização. A esperança que ilumina e suporta a Maçonaria é a mesma que ilumina e suporta Israel. Seu remate será esta maravilhosa casa de pregaria, da qual Jerusalém será o centro triunfante e símbolo”.

(“La Verite Israelite”, periódico judaico, de 1861, pg. 64)

Pecado Imperdoável


Todo o que tiver falado contra o Filho do Homem será perdoado. Se, porém, falar contra o Espírito Santo, não alcançará perdão nem neste século nem no século vindouro. (Mt. 12,32)

***

Jesus foi, por muitas vezes, enfático nas advertências morais aos seres humanos em sua Boa Notícia de Salvação. Mas, a nós que vivemos mergulhados no orgulho e vaidade (raízes do pecado original do qual somos herdeiros neste mundo), assusta saber que há pecados imperdoáveis. Apesar de Jesus, no trecho acima, ser específico na primeira frase, é um pouco genérico na segunda. Aí surge, naturalmente, o questionamento: se Deus é todo Misericordioso e Fonte de Perdão, como pode haver uma categoria de pecados imperdoáveis? Não é Deus que deixa de nos perdoar, somos nós que nos fechamos à Misericórdia, em nosso orgulho autólatra!   Continuar lendo Pecado Imperdoável