Pela Paz e Não-Violência: Guerra e Paz.


Como primeiro post temático desta campanha, quero abordar alguns aspectos sobre o significado dos antônimos Guerra e Paz em nossas sociedades.


Para começar, demos uma olhada em alguns dados:


Há hoje, no mundo, 30 guerras ou conflitos em andamento. É o maior número desde os anos 90, que foi uma das piores décadas recentes. Nos últimos anos, a tendência de queda deu lugar a um salto que se estabilizou nos atuais 30. Grande parte da culpa está com os Estados Unidos, responsáveis pelas guerras mais “midiáticas”, a do Afeganistão e a do Iraque. Mas há outras, várias outras. A pior região do planeta não é o Oriente Médio, que leva a fama, mas a África, que não desperta tanto interesse.Os cálculos são do Departamento de Pesquisa de Conflitos e Paz da Universidade de Uppsala, na Suécia, autor do relatório “Estados em Conflitos Armados”. 
http://basedelinks.blogspot.com/2008/05/guerras-pelo-mundo.html

Acampamento de refugiados no Darfur (Sudão).

Hoje são 20 milhões de refugiados de guerra, vivendo em condições precárias de saúde, estadia, segurança e dignidade, longe de seu país e de suas raízes. É um êxodo forçado, não por causas econômicas, mas pelo terror de morrerem a qualquer momento e não verem seus filhos crescerem. Isso sem contar que dependem de ajuda (esmola) internacional, sem poderem tirar seu sustento do próprio suor e trabalho.

O Brasil conta com 4.131 refugiados de 72 países, em sua maioria africanos – revelou um relatório oficial apresentado por ocasião do Dia Mundial do Refugiado. O Comitê Nacional para os Refugiados (Conare) afirmou que 67% das pessoas que ganharam esse status no Brasil são africanas, com 42% do total de nacionalidade angolana (1.735 pessoas), já que Angola por 27 anos deplorou e sofreu por uma guerra civil onde milhões de angolanos morreram.
http://www.soi.com.br/node/37

Os filósofos da antiguidade usavam de um artifício de raciocínio (nada científico, mas que para mim faz todo sentido), a analogia entre realidades semelhantes em níveis diferentes. Por exemplo, a semelhança do esquema do sistema solar com o esquema do átomo, com o núcleo (o Sol), os próotons (a força gravitacional do Sol), os elétrons (os planetas em suas órbitas) e os nêutrons (a força que mantinha os planetas em suas órbitas, sem serem engolidos pelo Sol nem fugirem para fora do sistema). 


Eles se utilizavam disso para explicar as coisas que aconteciam ao seu redor, pois para os filósofos “o que está acima é como o que está abaixo” e vice-versa. Pensemos: o mundo em guerras frequentes se parece muito com uma de nossas típicas famílias em discórdia. E quantas de nossas famílias não vivem assim, em guerras diárias?? Se parece conosco também, em nossas picuinhas e mesquinharias, em nossas brigas egoístas, em nossas reinvidicações inúteis, muitas vezes sem razão!! 


O mundo em guerras constantes é um reflexo do homem moderno, mais e mais em conflitos consigo e com o vizinho. Parece redundante dizer que, a despeito da gravidade das guerras internacionais, os conflitos pessoais podem resultar mais trágicos a cada um de nós do que as chacinas de estrangeiros e mulheres “adúlteras” no Afeganistão. 


Aquele resto de comida que o cachorro do vizinho traz pra comer em nosso terreno pode ser um motivo fútil para detonar uma guerra com facas e armas de fogo entre famílias!! Parece surreal, mas muitas vezes criticamos a estupidez de guerras religiosas e metemos o pau porque fulano de tal, da religião tal, faz coisa tal em tal horário… Assim lá e aqui também, dentro como é fora!! Toma lá, dá cá!!


A única e primeiríssima forma de contribuirmos para a Paz Mundial, se é que realmente a desejamos do fundo do coração, é aquietando nosso coração, alimentando nobres ideais, afastando-nos das rodas dos maledicentes, negociando e sendo embaixadores da Paz, primeiramente dentro de nosso próprio Ser, e daí por diante no mundo ao nosso redor. A Paz, como a Guerra, deve ser uma reação em cadeia. Oxalá cada um de nós fosse um elo forte dessa corrente!!






Parceiros e Blogs participantes (lista atualizada diariamente):





Oração pela Paz Mundial


O infinito amor de Deus flui para o meu interior
e em mim resplandece a luz espiritual do Amor.
Esta luz se intensifica, cobre toda a face da Terra
e preenche o coração de todas as pessoas
com o espírito de Amor, Paz, Ordem
e convergência para o centro.

Masaharu Taniguchi – Seicho-No-Ie


http://www.femininoplural.com.br/agua/oracoes/pazmundial.html


BannerFans.com
<a href=”http://marchamundial.org.br/”><img src=”http://marchamundial.org.br/wp-content/gallery/cache/577__320x240_banner-mm.jpg&#8221; border=”0″ width=”320″ height=”160″ alt=”Powered by BannerFans.com” /></a><br />
BannerFans.com
<a href=”http://marchamundial.org.br/”><img src=”http://marchamundial.org.br/wp-content/gallery/cache/578__320x240_banne_faca-sua-adesao_alta.jpg&#8221; border=”0″ width=”320″ height=”160″ alt=”Powered by BannerFans.com” /></a><br />

Blogagem – Marcha Mundial pela Paz e Não-Violência.


Hoje, me pararam na rua, quando estava a caminho do ônibus para o trabalho. Era um pessoal com a cara pintada, bradando alto pela “Paz e Não-Violência”, e conclamando aos que passavam para que se reunissem para uma oração pela Paz Mundial. Fui saber, depois de terminada a oração, que eles faziam parte de um movimento chamado Marcha Mundial pela Paz e Não-Violência, que prega alternativas de conscientização pela Paz e pressão internacional sobre os Governos para que renunciem às guerras como forma de resolução de conflitos.

Me convidaram, sabendo que eu tenho um blog, para apoiar a campanha voluntariamente e espalhar notícias sobre a Marcha e propagá-la aos amigos e leitores, aproveitando, assim, para espalhar mensagens de amor, de compreensão e alternativas para a Paz Mundial.

A Marcha Mundial é uma iniciativa do Mundo sem Guerras, organização internacional ativa há 15 anos. A Marcha é um conjunto de iniciativas de pessoas, organizações, instituições de todos os continentes que querem ser protagonistas e ativos na mudança da situação global de violência que vivemos hoje.

Hoje, dia 2 de Outubro de 2009 (Aniversário de Mahatma Gandhi e Dia Internacional da Não-Violência), uma equipe de 100 pessoas de vários países sairá da Nova Zelândia e, durante 90 dias, passará por mais de 90 países e 100 cidades dos 5 continentes, findando em 2 de Janeiro de 2010, em Punta de Vacas, na Argentina. Enquanto essa equipe faz esse trajeto, milhares e milhares de ações ocorrerão pelo mundo afora. Para conferir a agenda da Marcha pelas cidades do Brasil, clique aqui!!

Objetivos:

  • Denunciar o risco que corremos de um conflito nuclear, que além de estarem com as granndes potências, também pode estar em mãos de terroristas e mafiosos;
  • Pressionar os governos, por meio da pressão da opinião pública internacional, para que renunciem Às guerras, definitivamente;
  • Evidenciar outras formas de violência (econômica, racial, sexual, religiosa, etc.);
  • Criar uma consciência global da necessidade de uma verdadeira paz e repúdio de todas as formas de violência.
Como podemos ajudar??
Estou criando, a partir desse post, uma Blogagem Coletiva, para que todos, em uma data marcada todo mês, até o dia 2 de janeiro de 2010 (posterior ao Dia Mundial da Paz), postem textos de sua autoria, relacionados com temas relacionados mais abaixo, com o combate da violência e pregação da Paz na Terra!!
Imaginem como nossos filhos ficariam orgulhosos de nós todos, independentemente dos resultados práticos, de termos participado ativamente de uam inciativa em nossos blogs pela Paz no Mundo e a erradicação das guerras e toda forma de violência!!
 Proponho:
  1. Que cada um, de acordo com suas possibilidades e BOA VONTADE, poste com o título “Pela Paz e Não-Violência – e o Título de seu post“.
  2. Agenda de Postagem: 3 a 5 de outubro de 2009 – Tema: Guerra e Paz;
  3. Agenda de Postagem: 1 a 3 de novembro de 2009 – Tema: Violência Urbana;
  4. Agenda de Postagem: 4 a 6 de dezembro de 2009 – Tema: Paz na Família e Paz no Mundo;
  5. Agenda de Postagem: 2 a 4 de janeiro de 2010 – Tema: Todos juntos podemos Mudar o Mundo.
  6. Os participantes têm autonomia para escrever textos de acordo com seu próprio estilo, podendo escrever poesias, dissertações, críticas, textos informativos, etc, podendo cada um remeter a qualquer fonte de pesqusa.
  7. Abaixo, segue o código do Banner da campanha (para os posts, em tamanho grande, e para a menu lateral, pequeno), links do website da Marcha Mundial e o link para esse post, que servirá para que cada um dos amigos dos amigos de outros amigos acessem e saibam como participar também. Recomendem à família, aos amigos, por e-mail e nas redes sociais de cada um, além de blogs de outros amigos.

Quero acrescentar que divulgarei os links de todos os blogs que confirmarem sua participação. Podem mandar os links de seus blogs ou posts, se estiverem publicados, para o meu e-mail, ou se forem usuários do diHitt, deixem-me um recado.

Parceiros e Blogs participantes (lista atualizada diariamente):

Banners da Marcha Mundial pela Paz e Não-Violência:

320 x 160 px:
BannerFans.com

<a href=”http://marchamundial.org.br/”><img src=”http://img9.imageshack.us/img9/3692/361757691dcc04fm3.png&#8221; border=”0″ width=”320″ height=”160″ alt=”Powered by BannerFans.com” /></a><br />

150 x 300 px:
BannerFans.com
<a href=”http://marchamundial.org.br/”><img src=”http://img9.imageshack.us/img9/3692/361757691dcc04fm3.png&#8221; border=”0″ width=”320″ height=”160″ alt=”Powered by BannerFans.com” /></a><br />

Links para esta postagem: http://memoriasdeebrael.blogspot.com/2009/10/blogagem-marcha-mundial-pela-paz-e-nao.html

Links da Marcha Mundial pela Paz e Não-Violência: http://marchamundial.org.br/