Sobre o Amor Líquido


Líquido, por se esvair pelo ralo do chuveiro ou sumir em meio ao barulho de uma balada noturna; e doce, como uma champagne francesa, plena de ilusões entre suas bolhinhas que nos fazem cócegas no Ego. O Amor Líquido é a expressão que distingue esta era de imbecilidade.

Continuar lendo Sobre o Amor Líquido

O Amor e nossos bisturis


Estarrecidos, assistimos o trivial das relações humanas nos dias atuais: muita argumentação fútil, pouca ação, quase nenhuma boa vontade e milhares de empecilhos inventados a toque de caixa. E eis que poucas são as pessoas que realmente sabem o que querem e se decidem a abrir caminho onde não há sequer atalhos.

Continuar lendo O Amor e nossos bisturis