Medidas para reforçar a privacidade digital


Até há pouco tempo, era suportável enquanto os gigantes da internet (estrutura militar de espionagem criada pelos Estados Unidos) se esforçavam em disfarçar suas invasões sobre nossa privacidade.

Agora, que nem isso fazem, admitindo publicamente que seus funcionários leem nossas correspondências, é hora, ao menos, de nos levantarmos com algum tipo de resposta e condenação.

Continue lendo “Medidas para reforçar a privacidade digital”

[ESPECIAL] A Besta: Apocalipse, microchips, Lei Marcial e a Nova Ordem Mundial


Hoje em dia, quando ouvimos falar de microchip, logo nos vêm à mente aqueles crentes alarmistas e fanáticos que repetem, quase como em mantras, os horrores do Apocalipse bíblico. Porém, deveríamos prestar mais atenção, pois esses peões das seitas cristãs são usados justamente para incutir um aspecto ridículo a fatos que, para além de representarem fábulas, são perigosamente reais. Como diria o título de Sidney Sheldon, representam um perigo real e imediato.

Continue lendo “[ESPECIAL] A Besta: Apocalipse, microchips, Lei Marcial e a Nova Ordem Mundial”

Sabotagem contra mim? Talvez. Mas, por quê?


Há, pelo menos, dois anos, o Dies Iræ vinha mantendo uma média de 200 a 300 acessos diários em visitas. No entanto, “estranhamente”, desde a publicação de uma certa postagem (sobre o ultraje de gayzistas e feministas contra símbolos católicos em julho de 2013, lembram?), o blog decaiu em número de visitas de forma espantosa e mais do que suspeita. Não somente os artigos polêmicos sofreram perdas significativas, mas também aqueles que, nesses últimos quatro últimos anos, vinham mostrando uma audiência constante em assuntos diversos.

(Clique na imagem para ampliar)

Suspeita de sabotagem do Google ao Dies Irae
Depois de denunciar a corja gayzista, apoiada pela presidente Dilma Rousseff, Dies Irae sofre vertiginosa perda de visitas, inédita em 4 anos de denúncias similares.

A queda nos números é mais do que estranha, na medida em que mais e mais acessos têm sido registrados e originados dos locais onde se situam os servidores do Google e do WordPress. Seria exagero da minha parte suspeitar de uma sabotagem por ordem dos gigantes que mandam na mídia? Eu acho que não, ainda mais sabendo que agências americanas e europeias de espionagem controlam totalmente o fluxo de informações em toda a internet. Isso tudo considerando que mais de 90% das visitas diárias, quando não em raras exceções (como em campanhas no Facebook), vinham do Google.

Não descarto mesmo a influência nefasta da Governança que comanda o Facebook que, inclusive, já anda policiando e, arbitrariamente, bloqueando vários usuários e páginas por criticarem abertamente o desgoverno de Dilma Rousseff e/ou a psicopatia da militância gayzista.

É claro que não me importo seriamente com isso, já que não dependo do blog para pagar minhas contas (nem pretendo). Mas, é lamentável constatar, de perto, que a liberdade de expressão nunca antes foi uma realidade tão ridícula e fedorenta, em todos os sentidos imagináveis, nos dias atuais!